Angelique Kerber quebra jejum de dois anos com final em Bad Homburg

A jogar em casa, Angelique Kerber venceu o duelo espetáculo com Petra Kvitova (3-6, 6-4 e 7-6[3]) para se qualificar para a 31.ª final da carreira e primeira em dois anos, no WTA 250 de Bad Homburg, nos arredores de Frankfurt. A derradeira adversária da ex-número um mundial, atual 28.ª, será Katerina Siniakova.

Num dia de dose dupla devido à chuva da jornada anterior, a alemã de 33 anos começou por derrotar a norte-americana Amanda Anisimova, por 2-6, 6-3 e 6-3. Já na parte da tarde, e num duelo entre duas campeãs de torneios do Grand Slam, Kerber consumou a segunda reviravolta do dia para afastar Kvitova, que horas antes superara Nadia Podoroska por 6-3 e 7-6(10).

“Há muito, muito tempo que não jogava seis sets no mesmo dia”, recordou Kerber, que apesar da dosa dupla garantiu estar pronta para o derradeiro encontro.

Na 31.ª final da carreira e primeira desde Eastbourne 2019, há exatamente dois anos, a grande favorita do público tentará conquistar o 13.º título. Para isso, terá de superar a checa Katerina Siniakova (76.ª), que esta semana já deixou pelo caminho três cabeças de série, duas delas só esta sexta-feira: primeiro Laura Siegemund (oitava), depois Sara Sorribes Tormo (sétima).

Total
1
Shares
Total
1
Share