Sakkari alcança meias-finais de Roland-Garros pela primeira vez e garante nova campeã

Roland-Garros vai ter uma nova campeã em 2021. A grega Maria Sakkari foi a responsável por essa garantia, já que colocou esta quarta-feira um ponto final na campanha de Iga Swiatek, campeã em 2020 e que procurava o bicampeonato em Paris. A 17.ª favorita ao título saiu do Court Philippe-Chatrier com uma vitória em dois sets — 6-4 e 6-4 — que duraram uma hora e 35 minutos.

Aos 25 anos, Sakkari estava em terreno desconhecido, já que nunca tinha ultrapassado a quarta ronda num torneio do Grand Slam. No entanto, na primeira vez que disputou os quartos de final, a grega não pareceu estar em terras estranhas. Sakkari serviu bem — cinco ases, 56% de primeiros serviços colocados e 83% de pontos ganhos com a primeira bola — e foi uma lutadora do fundo do court, entrando nos rallies com vontade de comandar e com capacidade para produzir winners (terminou o encontro com 26).

Apesar de ter sofrido o primeiro break logo na fase inicial, a grega respondeu bem e perante a exibição que apresentou, não foi surpresa que tivesse sido a vencedora do primeiro parcial. Em apuros, Swiatek precisou de um medical timeout fora do court para ser tratada na zona da anca/coxa direita e regressou com a região afetada totalmente enfaixada. Ainda assim, a polaca conseguiu manter-se na quadra até ao final e equilibrar o embate, mas o break sofrido logo no primeiro jogo do segundo set revelou-se decisivo.

Pela primeira vez nas meias-finais de um Major, Maria Sakkari tem agora a missão de defrontar outra estreante nessas andanças: Barbora Krejcikova, que somou a décima vitória consecutiva também esta quarta-feira. A tenista checa bateu Coco Gauff em dois sets.

Total
0
Shares
Total
0
Share