Jeu, set et match: o grito de revolta da juventude e como Djokovic e Nadal só Schwartzman

Jeu, set et match é o resumo diário do Raquetc sobre tudo aquilo que se passa nos courts de Roland-Garros. O grande destaque deste sábado — para além dos triunfos de Novak DjokovicRafael Nadal Roger Federer — está no quadro principal feminino, onde a juventude esteve na ordem do dia.

A campeã em título, Iga Swiatek, de 20 anos, aumentou para 20 o número de sets ganhos de forma consecutiva em Roland-Garros e deu mais um passo em frente na busca pelo bicampeonato. Swiatek bateu Anett Kontaveit em dois sets — 7-6[4] e 6-0 — e marcou encontro com outra jovem vencedora: Marta Kostyuk, de 18 anos, que arrasou a russa Varvara Gracheva — 6-1 e 6-2 — e garantiu pela primeira vez um lugar na quarta ronda.

No último encontro do dia, outra jovem talento garantiu mais um marco assinalável para a sua carreira: Coco Gauff (17 anos), que beneficiou da desistência de Jennifer Brady após o fecho do primeiro set — 6-1 para Gauff — para assegurar o passaporte para a segunda semana de competição. O dia, de resto, foi de glória para as norte-americanas, já que Sloane Stephens — 6-3 e 7-5 a Karolina Muchova — e Sofia Kenin — 4-6, 6-1 e 6-4 a Jessica Pegula — também garantiram a continuidade em prova. Barbora Krejcikova — surpreendeu Elina Svitolina por 6-3 e 6-2 — também se destacou este sábado, dia em que também Maria Sakkari (7-5, 6-7[2] e 6-2 a Elise Mertens) e Ons Jabeur (3-6, 6-0 e 6-1 a Magda Linette) venceram.

Passando pelo quadro masculino, os triunfos de Djokovic, Nadal e Federer são motivo de destaque, mas também o argentino Diego Schwartzman está na ordem do dia. ‘El Peque’ derrotou Philipp Kohlschreiber por 6-4, 6-2 e 6-1 e é, a par de Nadal e Djokovic, o único tenista em prova que ainda não cedeu qualquer set. Em sets diretos este sábado venceram ainda Jan-Lennard Struff (6-4, 7-6[3] e 6-2 a Carlos Alcaraz), Jannik Sinner (6-1, 7-5 e 6-3 a Mikael Ymer) e Matteo Berrettini (7-6[6], 6-3 e 6-4 a Soonwoo Kwon). Lorenzo Musetti, por outro lado, foi obrigado a horas extra — três horas e nove minutos — para bater Marco Cecchinato, em cinco sets, com parciais de 3-6, 6-4, 6-3, 3-6 e 6-3.

Total
0
Shares
Total
0
Share