Jeu, set et match: despedida de Suárez Navarro, desilusão de Aliassime e Monfils, Gasquet e Mladenovic a honrar a pátria

Jeu, set et match é o resumo diário do Raquetc sobre tudo aquilo que se passa nos courts de Roland-Garros. Esta terça-feira fica marcada pela despedida de Carla Suárez Navarro do Grand Slam parisiense, num encontro disputado já sem a presença de público. Também o canadiano Félix Auger-Aliassime foi destaque (pela negativa) e a honra francesa foi salva por Gael Monfils, Richard Gasquet e Kristina Mladenovic, os únicos tenistas da casa a vencer num dia negativo para as cores gaulesas.

A viagem desta terça-feira começa pelo quadro masculino, onde Rafael Nadal e Novak Djokovic se estrearam com vitórias. Numa das grandes surpresas do dia, Andrey Rublev caiu em quase quatro horas de batalha frente a Jan-Lennard Struff. Ainda no capítulo das surpresas, Félix Auger-Aliassime também se despediu da competição logo na estreia. O canadiano cedeu em quatro parciais — 6-3, 7-6[8], 4-6 e 6-4 — para o experiente Andreas Seppi, ex-número 18 mundial e que aos 37 anos está a participar pela 63.ª vez consecutiva no quadro principal de um Grand Slam.

Antes disso, contudo, o dia começou logo com uma batalha titânica entre Mikael Ymer e Roberto Carballes Baena. O tenista sueco saiu por cima em cinco sets — 6-4, 0-6, 4-6, 6-2 e 6-2 — e quase quatro horas de encontro.

Olhando agora à prestação dos tenistas franceses, esta terça-feira foi muito complicada para as cores da casa. No Court 14, Lucas Pouille não conseguiu oferecer competitividade a Pablo Cuevas (6-3, 6-1 e 6-3) e Benjamin Bonzi também não foi capaz de vencer qualquer parcial frente a Facundo Bagnis (7-5, 6-3 e 6-4). Por sua vez, Adrian Mannarino e Ugo Humbert ainda conseguiram tirar um set a Aljaz Bedene e Ricardas Berankis, respetivamente, mas ambos acabaram derrotados (Mannarino cedeu por 7-5, 3-6, 7-5 e 6-2 e Humbert por 6-4, 6-4, 2-6 e 6-4). Pela positiva, Gael Monfils deu espetáculo no Court Suzanne-Lenglen e derrotou Albert Ramos em quatro sets (1-6, 7-6[6], 6-4 e 6-4). Richard Gasquet também iniciou Roland-Garros com uma vitória que ao mesmo tempo significou o afastamento de outro francês, já que o veterano derrotou Hugo Gaston (6-1, 6-4 e 6-2).

Outros resultados desta terça-feira no quadro masculino:

  • [9] Matteo Berrettini d. [Q] Taro Daniel, 6-0, 6-4, 4-6 e 6-4
  • [10] Diego Schwartzman d. Yen-Hsun Lu, 6-2, 6-2 e 6-3
  • [21] Alex De Minaur d. Stefano Travaglia, 6-2, 6-4 e 7-6[4]
  • [24] Aslan Karatsev d. [Q] Jenson Brooksby, 6-3, 6-4 e 6-4
  • Philipp Kohlschreiber d. Fernando Verdasco, 7-6[3], 6-2, 2-6 e 6-4
  • Soonwoo Kwon d. Kevin Anderson, 7-5, 6-4, 2-6 e 7-6[4]
  • James Duckworth d. Salvatore Caruso, 6-4, 3-6, 7-6[4] e 6-2
  • Federico Coria d. Feliciano López, 6-3, 7-6[4] e 6-2
  • Marco Cecchinato d. Yasutaka Uchiyama, 3-6, 6-1, 6-2 e 6-4

O grande destaque do dia no quadro feminino vai para a despedida de Carla Suárez Navarro de Roland-Garros. A tenista espanhola, que se vai retirar no final do ano, disputou o último encontro na terra batida de Paris, no regresso após ter superado uma doença oncológica.

Perante Sloane Stephens e já sem público nas bancadas — uma pena, tendo em conta a ocasião –, a experiente tenista espanhola ainda venceu o primeiro set, mas permitiu a reviravolta da norte-americana e cedeu por 3-6, 7-6[4] e 6-4. Mais cedo, ainda durante o dia, Kristina Mladenovic deu a terceira vitória da jornada às cores francesas, ao superar Anna Karolina Schmiedlova por 6-4 e 6-0.

Outro ponto de destaque — pela negativa se for alemã — é o facto da Alemanha não ter nenhuma tenista apurada para a segunda ronda de Roland-Garros pela primeira vez desde 1958. Andrea Petkovic, a última germânica a ir a jogo na ronda inaugural, ainda esteve perto de evitar essa estatística, mas não conseguiu manter o nível e sofreu a reviravolta frente a Karolina Muchova (1-6, 6-3 e 6-4).

Por outro lado, os Estados Unidos têm motivos para celebrar: para além dos sete tenistas apurados para a segunda ronda no quadro masculino (no ano passado teve oito e por isso esta é a primeira vez desde 1995-96 que os norte-americanos têm sete ou mais tenistas na segunda ronda de Roland-Garros em anos consecutivos), os Estados Unidos apuraram também 12 atletas no quadro feminino, o maior número desde 1991 (13).

Para além de Sloane Stephens, esta terça-feira foi gloriosa para Jennifer Brady (6-3 e 6-3 a Anastasija Sevastova), Coco Gauff (7-6[11] e 6-4 a Aleksandra Krunic), Ann Li (6-0 e 6-1 a Margarita Gasparyan) e Varvara Lepchenko (6-3 e 6-3 a Shuai Zhang). O dia podia ter sido ainda melhor para as cores norte-americanas, não tivessem Bernarda Pera e Venus Williams sido afastadas. A primeira foi derrotada por Ashleigh Barty e a mais velha das irmãs Williams caiu em dois sets — 6-3 e 6-1 — para a russa Ekaterina Alexandrova.

Outros resultados desta terça-feira no quadro feminino:

  • [5] Elina Svitolina d. [WC] Océane Babel, 6-2 e 7-5
  • Fiona Ferro d. [Q] En Shuo Liang, 6-1, 1-6 e 6-4
  • [9] Karolina Pliskova d. Donna Vekic, 7-5 e 6-4
  • [17] Maria Sakkari d. [Q] Kataryna Zavatska, 6-4 e 6-1
  • Magda Linette d. [WC] Chloé Paquet, 6-3 e 6-3
  • [25] Ons Jabeur d. Yulia Putintseva, 7-5 e 6-2
  • Qiang Wang d. Su-Wei Hsieh, 2-6, 6-4 e 7-5
  • Barbora Krejcikova d. Kristyna Pliskova, 5-7, 6-4 e 6-2
  • Jasmine Paolini d. [Q] Stefanie Voegele, 7-5 e 6-1
  • [30] Anett Kontaveit d. Viktorija Golubic, 6-7[4], 7-6[5] e 6-0
  • [WC] Astra Sharma d. [Q] Irina Maria Bara, 7-6[5] e 6-2
Total
1
Shares
Total
1
Share