Zverev acorda a tempo de evitar escândalo na estreia em Roland-Garros

O alemão Alexander Zverev desviou-se este domingo de uma primeira bala em Roland-Garros. O tenista germânico esteve muito perto de ser eliminado pelo compatriota Oscar Otte (152.º ATP), mas acordou a tempo de operar a remontada em cinco sets — 3-6, 3-6, 6-2, 6-2 e 6-0 — e assegurar o apuramento para a segunda ronda.

Depois de dois sets em que teve dificuldades no serviço e enfrentou um Otte extremamente eficaz nos break points (converteu quatro de cinco), Zverev conseguiu assumir o jogo a partir do terceiro set. Entre a espada e a parede, o número seis mundial elevou o nível do serviço, cometeu menos erros e, mais importante do que tudo, começou a capitalizar as oportunidades quando estas surgiram.

Após ter arrecadado o terceiro parcial, Zverev não voltou a deixar fugir o controlo do encontro. Nos dois sets que se seguiram, o melhor cotado dos dois manteve a pressão e Otte não teve argumentos para contrariar a subida de nível do compatriota, que terminou o encontro com um total de 50 winners.

A recuperação deste domingo é a segunda de Zverev em encontros do Grand Slam em que enfrenta uma desvantagem de dois sets a zero. O tenista alemão já o tinha feito pela primeira vez no US Open do ano passado, quando derrotou Pablo Carreño Busta por 3-6, 2-6, 6-3, 6-4 e 6-3. Na segunda ronda, Alexander Zverev vai defrontar o russo Roman Safiullin (181.º), que venceu um duelo de qualifiers frente a Carlos Taberner (137.º) por 7-6[4], 1-6, 6-0 e 6-2.

Total
0
Shares
Total
0
Share