Gastão Elias atinge segunda final Challenger no Jamor após desistência de Nuno Borges

OEIRAS — Final infeliz para o encontro mais aguardado do dia no Complexo Desportivo do Jamor, com Nuno Borges (275.º do ranking ATP) a desistir após o final do segundo set frente a Gastão Elias (292.º), depois de torcer o tornozelo quando liderava por 6-4 e 5-5 (30-30). Desta forma, o mais velho dos dois portugueses carimbou a passagem à final de um torneio do ATP Challenger Tour pela segunda vez em 2021 — ambas em Portugal, ambas no Oeiras Open.

Depois de um primeiro set com altos e baixos, mas que tendeu sempre para o seu lado, Borges conseguiu adiantar-se em duas ocasiões no serviço de Elias durante a segunda partida. Só que o compatriota não desistiu, recuperou terreno ao oitavo jogo e ao 5-5 deu-se o episódio que definiu o desfecho do duelo, com o jovem maiato de 24 anos a torcer o tornozelo esquerdo. Depois de ser assistido, o mais novo dos dois portugueses voltou a jogo, mas por pouco tempo, saindo do court em lágrimas e após ser confortado pelo adversário.

A final deste domingo será a segunda da temporada para Gastão Elias no circuito Challenger e a 19.ª da carreira, um recorde no ténis português. Depois de ter terminado o Oeiras Open 1 como vice-campeão, o tenista natural da Lourinhã procurará o oitavo título da carreira a este nível (e primeiro desde outubro de 2017) frente ao vencedor do encontro entre Holger RuneTimofey Skatov.

A chegada à final já garante ao ex-top 60 ATP a subida de mais 23 lugares no ranking, para a 269.ª posição, e a quinta vitória da semana significará uma subida ao 253.º posto.

Total
1
Shares
Total
1
Share