Só quatro ganharam mais que eles: Gasquet e Verdasco atingem vitória 554 na carreira

Open Parc Auvergne-Rhone-Alpes Lyon

Um ganhou em Parma, o outro em Belgrado. Contudo, no final desta terça-feira, o número de vitórias era igual quer para Richard Gasquet, quer para Fernando Verdasco: 554. Os dois veteranos rubricaram mais um triunfo, continuam colados um ao outro na estatística e só quatro tenistas ainda no ativo (Novak DjokovicRafael NadalRoger FedererAndy Murray) venceram mais do que eles durante a carreira.

No ATP 250 de Parma, Richard Gasquet – quinto cabeça de série em prova – desembaraçou-se do qualifier Daniel Altmaier (145.º) na primeira ronda, com os parciais de 6-3 e 6-3. O gaulês, de 34 anos, venceu 81% dos pontos jogados no primeiro serviço e converteu quatro dos 11 break points de que dispôs para carimbar o apuramento para a segunda ronda e marcar encontro com Pedro Martínez (102.º), que bateu Gilles Simon (69.º) por 6-0 e 6-4.

Em Parma, esta terça-feira foi ainda dia de vitórias para Marco Cecchinato (6-3 e 7-6[5] ao compatriota Raul Brancaccio), Sebastian Korda (6-3 e 6-4 a Andreas Seppi), Lorenzo Musetti (4-6, 6-1 e 6-2 frente a Gianluca Mager), Yoshihito Nishioka (3-6, 6-3 e 7-6[3] a Sam Querrey), Norbert Gombos (7-6[4], 5-7 e 6-3 a Emil Ruusuvuori), Jiri Vesely (7-6[7] e 6-2 a Steve Johnson), Aljaz Bedene (6-4 e 7-6[8] perante Salvatore Caruso) e Jaume Munar (6-3 e 7-6[5] a Mikael Ymer).

Quase do outro lado da Europa, a jornada foi bem mais curta. Novak Djokovic fez a estreia em Belgrado e apurou-se para os quartos de final com uma vitória por 6-2 e 7-6[4] frente a Mats Moraing (253.º), tendo marcado encontro com outro dos quatro vencedores do dia, o argentino Federico Coria (venceu Pablo Cuevas por 6-3 e 6-2).

Apurado para os quartos de final está também Fernando Verdasco, que conquistou esta semana as primeiras duas vitórias da temporada. O tenista de 37 anos, que está a fazer o regresso ao circuito após uma ausência por lesão, bateu Adrian Mannarino (36.º) por 7-6[4] e 6-0 em uma hora e 31 minutos.

Uma das melhores exibições da época valeu a Verdasco mais um triunfo na sua longa carreira (2021 marca a 20.ª época do espanhol enquanto profissional) e a primeira presença nuns quartos de final ATP desde 2019. O espanhol vai agora defrontar o quarto e último vencedor do dia em Belgrado, Alex Molcan (255.º), que venceu Pedja Krstin (285.º) por esclarecedores 6-0 e 6-0.

Total
1
Shares
Total
1
Share