Francisco Cabral eliminado numa dura batalha no Oeiras Open 4

Sara Falcão/FPT

OEIRASFrancisco Cabral cedeu este domingo na primeira ronda da fase de qualificação do Oeiras Open 4, o último Challenger realizado no Jamor, da categoria 50. O tenista de 24 anos (que ocupa o posto 1000 do ranking ATP), liderou o embate, mas saiu de cena com os parciais de 6-7(5), 6-4 e 6-2 perante o romeno Filip Cristian Jiani (349.º)

Os três sets tiveram um denominador em comum: Francisco Cabral esteve sempre em desvantagem. Só que no primeiro, a 2-5, conseguiu salvar dois sets points, anulou outro a 3-5, e foi capaz de empurrar a decisão para o tie-break, muito devido à mudança de abordagem ao embate. Num dia extremamente ventoso no Court Central do Complexo Desportivo do Jamor, Cabral passou a variar mais o seu ténis e a apostar sobretudo em amorties, essenciais para dar a volta ao parcial inaugural, onde foi mais consistente no desempate.

O mesmo não se verificou nos restantes, ainda que o portuense tenha tido as suas chances. Após ter sido quebrado num jogo catastrófico (quatro erros), no quinto jogo, Francisco Cabral dispôs de break points para igualar tudo a cinco, mas colocou uma direita uns centímetros fora e Jianu serviu bem no segundo.

Chegados ao terceiro set, o romeno de apenas 19 anos, antigo número cinco de juniores, adiantou-se logo com dois breaks (em ambos com muitos erros não forçados do português, no primeiro deles desperdiçou dois volleys e fez uma dupla falta), e Cabral pareceu deixar de acreditar em nova recuperação. Mesmo salvando dois pontos de encontro no seu ‘saque’ e tendo tido mais duas chances quando Jianu serviu para fechar o duelo, o romeno carimbou o acesso à ronda de acesso ao quadro principal em praticamente duas horas e meia de embate.

No fim de contas não se pode dizer que Francisco Cabral tenha jogado mal, mas não lidou bem com as condições ventosas (algumas ‘madeiradas’) e deu demasiados erros não forçados a um tenista consistente.

Cabral vai agora centrar-se na variante de pares ao lado do seu bom amigo Nuno Borges. A dupla, campeã nacional em título, vem de meias-finais no Oeiras Open 125 e conquistou o Oeiras Open 2 há cerca de um mês.

Total
2
Shares
Total
2
Share