João Sousa tem entrada direta no quadro principal de Roland-Garros

Open Parc Auvergne-Rhone-Alpes Lyon

A notícia pela qual se esperava é agora oficial: João Sousa vai ter entrada direta no quadro principal de Roland-Garros. O tenista vimaranense viu esta sexta-feira trazer-lhe a desistência que precisava para escapar à fase de qualificação, que arranca já na segunda-feira.

Com o húngaro Attila Balázs a retirar o nome da lista de inscritos, João Sousa foi o contemplado com a entrada no quadro. O ainda número um nacional (vai perder esse estatuto na próxima segunda-feira para Pedro Sousa) vai realizar a décima participação consecutiva no quadro principal do torneio francês, que é o evento de entre os quatro do Grand Slam onde possui mais participações seguidas (interrompeu esta temporada uma série de oito quadros principais consecutivos no Australian Open, os mesmos que possui no US Open e dois a mais em relação a Wimbledon).

Em Paris, João Sousa nunca passou da segunda ronda, que atingiu em 2013, 2015, 2016 e 2017. O Grand Slam parisiense é, de resto, aquele onde o tenista de Guimarães tem os piores resultados em comparação com os outros três Major: 31% de vitórias (4-9), percentagem inferior às registadas no Australian Open (50%), em Wimbledon (45%) e no US Open (50%).

Com a entrada do Conquistador garantida, fica ainda em aberto a possibilidade de também Pedro Sousa escapar ao qualifying. O lisboeta é nesta altura o sexto alternate para o quadro principal, sendo que tem lugar garantido na fase de qualificação (e como quarto cabeça de série). Na fase de apuramento estão também garantidos Frederico Silva e João Domingues.

Total
14
Shares
Total
14
Share