Gastão Elias soma a melhor vitória dos últimos três anos e regressa ao top 300

OEIRAS — Depois de Nuno BorgesPedro Sousa, também Gastão Elias se qualificou para os quartos de final do quadro principal de singulares do ATP Challenger 125 Oeiras Open, ao derrotar o argentino Federico Coria (94.º ATP), por 6-4, 4-6 e 6-4, para somar a primeira vitória sobre um tenista do top 100 mundial desde fevereiro de 2018. Com este resultado, o tenista português de 30 anos garantiu o regresso aos 300 primeiros do ranking pela primeira vez em mais de dois anos.

Frente a frente com este adversário pela primeira vez, o português entrou muito melhor no encontro e colocou-se rapidamente a liderar por um set e um break. Mas, à boa imagem dos tenistas sul-americanos, Coria não se deu por vencido e devolveu de imediato a quebra de serviço para não deixar fugir Elias, que depois de ter disposto de mais um ponto de break (ao 4-4, que o colocaria a servir para a vitória) voltou a perder o serviço e, por consequente, a segunda partida.

Forçado a um terceiro set, o jogador da casa esteve sempre por cima, graças a quebras de serviço para o 1-0 e o 2-1, mas Coria reagiu em ambos os momentos e forçou-o a um novo esforço no “saque” do argentino (irmão mais novo de Guillermo Coria, finalista de Roland-Garros em 2004) para marcar encontro com o jovem prodígio Carlos Alcaraz nos quartos de final.

O triunfo desta quarta-feira, assinado em 2h10, foi o primeiro de Gastão Elias frente a um adversário do top 100 mundial desde o dia 19 de fevereiro de 2018, quando superou o então número 55 mundial Guido Pella por 6-4, 5-7 e 7-5 a caminho da segunda ronda do ATP 500 do Rio de Janeiro, no Brasil.

A propósito de datas, com o triunfo desta quarta-feira o tenista natural da Lourinhã também garantiu o regresso ao top 300 do ranking ATP pela primeira vez desde 7 de abril de 2019.

Última atualização às 18h53.

Total
2
Shares
Total
2
Share