Federer deixa escapar vantagem e sofre derrota surpreendente no regresso

Dois meses depois, Roger Federer regressou à competição. O suíço, que jogou nos pisos rápidos de Doha em março e que não jogava em terra batida desde a edição de 2019 de Roland-Garros, fez o regresso no ATP 250 de Genebra e sofreu uma derrota surpreendente na segunda ronda da prova (teve um bye na primeira). Esta terça-feira, Federer chegou a liderar por 4-2 no terceiro set frente a Pablo Andújar (75.º ATP), mas acabou derrotado pelos parciais de 6-4, 4-6 e 6-4.

No regresso à competição, o tenista helvético acusou a natural falta de ritmo e pagou caro por isso. Ainda assim, Federer apresentou um bom nível em alguns momentos do encontro, mas não conseguiu que esse nível exibicional fosse uma constante.

Com problemas no primeiro serviço (colocou 59% das primeiras bolas em todo o encontro, apenas 40% no primeiro set) e muito lento a movimentar-se, o tenista helvético esteve mesmo assim próximo de vencer. Depois de ter cedido a primeira partida, Federer começou a construir a reviravolta e aproveitou o melhor momento no encontro para se colocar a liderar por 4-6, 6-4 e 4-2. Contudo, o suíço teve depois quatro jogos consecutivos de pouca qualidade e Andújar aproveitou para dar a volta e confirmar uma das melhores vitórias da carreira.

A vitória desta terça-feira permite a Pablo Andújar seguir para os quartos de final e igualar o melhor resultado da temporada, que foram precisamente uns quartos de final em Buenos Aires. O tenista de 35 anos rubricou ainda a quinta vitória em 28 encontros contra tenistas do top 10, a primeira desde que bateu David Ferrer (oitavo classificado na altura) nas meias-finais de Barcelona, em 2015. O próximo adversário de Andújar será Marton Fucsovics (44.º) ou Dominic Stephan Stricker (419.º).

Os resultados desta terça-feira no ATP 250 de Genebra:

Ronda 1:

  • [WC] Dominic Stephan Stricker d. Marin Cilic, 7-6[5] e 6-1
  • Feliciano López d. [LL] Daniel Altmaier, 7-6[6] e 6-4
  • [Q] Ilya Ivashka d. Fernando Verdasco, 7-6[5] e 6-4
  • Marton Fucsovics d. [Q] Henri Laaksonen, 7-5 e 7-5
  • Laslo Djere d. Thiago Monteiro, 6-7[7], 6-3 e 7-5
  • [Q] Pablo Cuevas d. Reilly Opelka, 7-6[5] e 6-2
  • [Q] Marco Cecchinato d. Stefano Travaglia, 6-3 e 3-0 ret.
  • [6] Fabio Fognini d. Guido Pella, 6-2 e 6-2

Ronda 2:

  • Pablo Andújar d. [1] Roger Federer, 6-4, 4-6 e 6-4

Notícia atualizada pela última vez às 17h25.

Total
1
Shares
Total
1
Share