Nadal vence o 500.º encontro da carreira em terra batida e chega à final de Roma pela 12.ª vez

Rafael Nadal prolongou o registo perfeito em meias-finais no Internazionali BNL d’Italia ao qualificar-se para a final do ATP Masters 1000 de Roma pela 12.ª vez, naquele que foi o 500.º encontro da carreira disputado na superfície que mais alegrias lhe deu — a terra batida, claro está.

Frente a frente com Reilly Opelka em encontros oficiais pela primeira vez, o espanhol venceu com os parciais de 6-4 e 6-4 para colocar um travão na semana surpreendente do norte-americano, que chegou a Roma com apenas duas vitórias em encontros ao mais alto nível em terra batida e na capital italiana somou o dobro desses triunfos para alcançar o melhor resultado da carreira em torneios desta dimensão.

A final de domingo será a 12.ª de Rafael Nadal no Masters 1000 de Roma, torneio no qual o espanhol (campeão em 2005, 2006, 2007, 2009, 2010, 2012, 2013, 2018 e 2019) procura erguer um 10.º título de campeão, depois de já o ter feito em Monte Carlo (11), Barcelona (12) e Roland-Garros (13).

O adversário do maiorquino, de 34 anos, só será conhecido ao final da tarde, uma vez que a segunda meia-final colocará frente a frente dois jogadores que já entraram em ação este sábado, para concluírem os duelos dos quartos de final: Novak Djokovic, número um mundial que precisou de 3h16 para dar a volta a Stefanos Tsitsipas, e Lorenzo Sonego, italiano que aproveitou o embalo do público para, sob um ambiente arrepiante, surpreender Andrey Rublev e prolongar a semana de sonho perante os seus compatriotas.

Total
2
Shares
Total
2
Share