Nadal salva dois match points e derrota Shapovalov em duelo eletrizante de 3h30

Houve espetáculo, emoção, drama e no final uma grande celebração: num dos melhores encontros do ano, Rafael Nadal recuperou várias vezes de posições de desvantagem no marcador e salvou dois match points para derrotar Denis Shapovalov e carimbar o apuramento para os quartos de final do Internazionali BNL d’Italia — o ATP Masters 1000 de Roma — pela 16.ª vez na carreira.

Campeão na capital italiana em nove ocasiões, Nadal assinou uma das vitórias mais difíceis da carreira na terra batida romana e só depois de 3h28 de um eletrizante encontro, com os parciais de 3-6, 6-4 e 7-6(3).

Quatro anos depois de se ter apresentado ao mundo do ténis com uma vitória sobre o espanhol no Masters 1000 do Canadá, Shapovalov esteve perto de repetir o resultado, mas claudicou nos momentos cruciais: depois de lierar por 4-0 no primeiro set e conseguir fechar o parcial, o jovem canadiano — que há poucas semanas passou pelo Millennium Estoril Open — desperdiçou uma vantagem de 3-0 na segunda partida (perdeu seis dos sete jogos seguintes) e uma nova liderança com break (serviu para fazer o 4-1!) no parcial decisivo, mas não só: ao 6-5, o canadiano teve dois match points, mas não os conseguiu aproveitar e acabou por deixar escapar a vantagem até que Nadal consumou a reviravolta no tie-break decisivo.

Com a vitória desta quinta-feira, Nadal soma 19 registos consecutivos contra tenistas esquerdinos, tendo o último desaire acontecido precisamente no duelo de há quatro anos com Shapovalov.

Apurado para os quartos de final em Roma pela 16.ª vez na carreira (e 97.ª em ATP Masters 1000), Rafael Nadal vai defrontar o vencedor do encontro entre Kei Nishikori e Alexander Zverev, que o eliminou precisamente nessa etapa do Mutua Madrid Open, há uma semana.

Total
2
Shares
Total
2
Share