Mladenovic aproveita a “segunda vida”, Keys vence duelo norte-americano e Shvedova vence quase quatro anos depois

A manhã desta terça-feira tem sido de surpresas no quadro principal do WTA 1000 de Roma. O resumo do arranque da jornada no Foro Italico começa pela vitória da lucky loser Kristina Mladenovic, passa pelos triunfos de Yaroslava Shvedova e Nadia Podoroska e termina ainda com a vitória de Madison Keys num confronto norte-americano.

Depois de ter caído na última ronda da fase de qualificação, Kristina Mladenovic foi uma das contempladas com um lugar de lucky loser no quadro principal e está determinada em fazer valer a sua “segunda vida” em Roma. A número 53 mundial realizou a melhor exibição da semana esta terça-feira e surpreendeu a helvética Belinda Bencic, número 11 mundial e décima melhor cotada em Roma, com os parciais de 6-3 e 6-4.

A francesa eliminou quatro dos seis break points que enfrentou e soube castigar um segundo serviço menos eficaz da helvética para lhe quebrar o ‘saque’ em quatro momentos. Mladenovic esteve praticamente sempre no comando do marcador e selou uma boa vitória em uma hora e 50 minutos. Na segunda ronda, a gaulesa vai defrontar a croata Petra Martic (25.ª WTA). O confronto direto é bastante favorável à croata, que lidera por 5-2.

A manhã em Roma fica também marcada pelo regresso aos triunfos em quadros principais WTA para Yaroslava Shvedova. A cazaque não vencia num quadro principal desde 24 de maio de 2017, ou seja, há quase quatro anos. Esta terça-feira, Shvedova parecia encaminhada para mais um desaire perante Martina Trevisan (97.ª WTA), que conseguiu um “pneu” no primeiro set que disputou no quadro principal de Roma em toda a carreira. Contudo, a veterana tenista cazaque – que ocupa nesta altura o 665.º posto na hierarquia mundial – foi capaz de dar a volta à situação com dois tiebreaks que caíram para o seu lado. A ex-número 25 mundial, que tem três finais de singulares no currículo, vai medir forças com a número um mundial, Ashleigh Barty, na segunda ronda.

Quem também segue para a próxima ronda é Madison Keys, que saiu vencedora num duro confronto perante a compatriota Sloane Stephens (65.ª WTA), que foi repescada para o quadro principal enquanto lucky loser. O confronto direto à entrada para o encontro era favorável a Stephens, que liderava por 4-1, mas Keys fez questão de encurtar essa diferença.

A número 23 mundial, que vinha numa série de quatro desaires consecutivos e ainda não tinha ganho qualquer encontro em terra batida em 2021, cedeu o primeiro set e teve que operar uma reviravolta para seguir em frente na competição. Depois de um primeiro set em que teve dificuldade em lidar com a resposta de Stephens, Keys elevou o nível do serviço nos dois parciais seguintes e aproveitou também uma quebra da adversária no nível exibido na resposta. No total, Keys eliminou 13 de 19 break points e quebrou o serviço a Stephens por oito vezes para vencer por 4-6, 6-2 e 7-5. Na próxima ronda, a norte-americana vai defrontar a polaca Iga Swiatek, número 15 mundial. As duas nunca se defrontaram anteriormente.

Total
2
Shares
Total
2
Share