Estreante em Madrid, Matteo Berrettini está nas meias-finais

O italiano Matteo Berrettini está determinado em fazer o máximo de história possível naquela que é a sua primeira participação no Mutua Madrid Open em toda a carreira. O tenista transalpino, que se tinha tornado no primeiro do país a chegar aos quartos de final na Caja Mágica, tornou-se agora no primeiro a atingir as meias-finais, depois de ter colocado um travão a Cristian Garín (25.º ATP) esta sexta-feira, com os parciais de 5-7, 6-3 e 6-0.

O confronto direto entre ambos no circuito ATP indicava uma vitória para cada lado, sendo que Garín levou a melhor na final do ATP 250 de Munique, em 2019, no único encontro entre ambos no “pó de tijolo”. Em busca de vingança, Berrettini chegava às meias-finais com um impressionante registo de 14-3 na presente temporada e um título conquistado em Belgrado, ao passo que Garín, cujas nove vitórias em 2021 foram todas na terra batida, ia em busca da primeira meia-final da carreira em Masters 1000 e da oitava da carreira no circuito ATP (todas as anteriores foram nesta superfície).

O encontro começou da melhor forma para o tenista chileno, que na semana passada foi surpreendido logo na estreia no Millennium Estoril Open. Em busca de confiança e do melhor ténis que tem no repertório, Garín realizou um dos melhores sets da temporada para se adiantar no marcador. O tenista de 24 anos serviu bem durante todo o parcial, apresentou uma grande solidez e soube castigar quer a esquerda, quer a direita de Berrettini (que foi ficando cada vez mais curta ao longo do parcial) até encontrar um break point que lhe permitiu chegar ao 6-5 e fechar de seguida o set ao serviço.

Depois da vitória no primeiro parcial, Garín desligou do encontro. Apesar de ainda ter liderado por 3-1 na segunda partida, o tenista sul-americano deixou de ser tão efetivo com o serviço e teve ainda a infelicidade de ver a direita de Matteo Berrettini voltar ao melhor nível, com o italiano a encontrar a profundidade da sua pancada para causar estragos e vencer os últimos 11 jogos de forma consecutiva, o que lhe permitiu não só virar o resultado no segundo parcial como ainda aplicar um “pneu” na terceira partida.

Primeiro tenista italiano na história a atingir as meias-finais em Madrid, Matteo Berrettini vai agora procurar ser também o primeiro a atingir a final. O número dez mundial vai procurar a 16.ª vitória da temporada frente ao norueguês Casper Ruud (22.º ATP), que apresenta um registo de 15-5 em 2021 (com meias-finais em Monte Carlo e Munique) e conseguiu na quinta-feira a maior vitória da carreira frente a Stefanos Tsitsipas. O confronto direto entre ambos joga a favor de Ruud, que venceu dois encontros (ambos em terra batida) dos três que disputou com o italiano.

Total
2
Shares
Total
2
Share