Frederico Silva supera cabeça de série na estreia em Praga

Millennium Estoril Open

O português Frederico Silva regressou esta terça-feira ao circuito Challenger e da melhor forma possível. Na primeira ronda do Challenger de Praga, o caldense superou o polaco Kamil Majchrzak (129.º ATP), sexto cabeça de série, com os parciais de 6-4, 6-7[5] e 6-1.

O encontro entre o número três nacional e Majchrzak foi cheio de incertezas ao longo dos primeiros dois parciais e até podia ter terminado com uma vitória do português em sets diretos. Na primeira partida, Frederico Silva teve de recuperar de uma desvantagem de 0-3 para sair vencedor. O caldense venceu cinco jogos consecutivos para chegar à vantagem de 5-3 (ainda salvou um break point para impedir o 4-4) e acabou por fechar o set ao serviço pouco depois.

Na segunda partida, os breaks voltaram a ser uma constante. Frederico Silva foi o primeiro a lá chegar e liderou por 3-1, mas Majchrzak respondeu e igualou o parcial a três. A troca de breaks continuou daí em diante e o tenista luso chegou mesmo a servir a 5-4 para fechar o encontro, mas o quinto break consecutivo surgiu e permitiu que Majchrzak se mantivesse em jogo. No tiebreak, o polaco saiu por cima e converteu o segundo set point para empurrar o encontro para o parcial decisivo.

O último set foi aquele onde o encontro se tornou mais desequilibrado. Frederico Silva assumiu as rédeas desde cedo, quebrou o serviço do adversário por duas vezes e chegou rapidamente a uma vantagem de 5-0, depois de ainda ter eliminado cinco break points num longo jogo de serviço que lhe permitiu ficar a um jogo da vitória. Entre a espada e a parede, Majchrzak conseguiu impedir o “pneu”, mas não foi a tempo de evitar que o triunfo ficasse com o tenista natural das Caldas da Rainha.

Frederico Silva, que esta semana surge no 174.º lugar do ranking ATP, segue para a próxima ronda em Praga. Na segunda eliminatória, o caldense vai defrontar o australiano Marc Polmans (147.º ATP), que bateu Roberto Marcora (192.º ATP) por 7-6[4] e 6-2. Este será o segundo encontro entre Polmans e Frederico Silva, depois do australiano ter derrotado o número três nacional nas meias-finais do Challenger de Kaohsiung, em 2019, por 6-1, 5-7 e 7-5.

Total
7
Shares
Total
7
Share