Juan Manuel Cerúndolo vence em Roma e faz história para o ténis argentino

O argentino Juan Manuel Cerúndolo conquistou este domingo o Challenger de Roma, segundo evento da categoria realizado de forma consecutiva na cidade italiana. Na semana anterior, o italiano Andrea Pellegrino tinha erguido o troféu.

Cerúndolo saiu por cima numa final com o jovem italiano Flavio Cobolli, que iniciou a semana como o 639.º classificado no ranking ATP e fez valer a confiança da organização em atribuir-lhe um convite para o quadro principal. O jovem transalpino deu uma excelente réplica a Cerúndolo, mas o argentino acabou mesmo por sair por cima com os parciais de 6-2, 3-6 e 6-3.

A vitória deste domingo é histórica para Juan Manuel Cerúndolo e para o ténis argentino. O tenista de 19 anos venceu o primeiro título Challenger na carreira e tornou-se no primeiro tenista a vencer um torneio ATP e um torneio Challenger na mesma temporada desde 2019. Para além disso, Cerúndolo é o tenista argentino mais novo a triunfar no circuito desde Federico Delbonis, em 2009, e o terceiro mais novo a triunfar no Challenger em toda a história do ténis argentino (o recorde pertence a Juan Martín Del Potro). O jovem de 19 anos é também o quarto tenista nascido em 2001 a vencer um evento Challenger, juntando-se a Jannik Sinner, Brandon Nakashima e Carlos Gimeno Valero.

No que diz respeito ao ranking ATP, tanto Juan Manuel Cerúndolo como Flavio Cobolli saem de Roma com novos máximos de carreira. O campeão sobe 24 lugares e assume a 152.ª posição, ao passo que o italiano de 18 anos regista uma das maiores subidas da semana: 189 lugares. Cobolli passa agora a ser o 450.º colocado na hierarquia mundial.

Os resultados completos do Challenger de Roma 2:

Ronda 1:

  • [SE] Andrea Pellegrino d. [WC] Stefano Napolitano, 6-4, 4-6 e 6-4
  • [Q] Felipe Meligeni Alves d. Enzo Couacaud, 6-3 e 6-4
  • Roberto Marcora d. Aleksandar Vukic, 6-4 e 6-1
  • [PR] Thanasi Kokkinakis d. Yannick Maden, 6-3 e 6-2
  • Cem Ilkel d. Daniel Masur, 4-6, 6-4 e 7-6[2]
  • [WC] Flavio Cobolli d. Steven Diez, 6-4 e 6-1
  • Jay Clarke d. Alex Bolt, 6-0 e 6-3
  • Juan Manuel Cerúndolo d. [Q] Tristan Lamasine, 7-5 e 7-5
  • [8] Alessandro Giannessi d. Guido Andreozzi, 6-3 e 6-3
  • Lorenzo Giustino d. [7] Juan Pablo Varillas, 6-1 e 7-5
  • Alexandre Muller d. [6] Paolo Lorenzi, 6-4 e 6-0
  • [Alt] Andrea Collarini d. [5] Hugo Gaston, 6-1 e 6-4
  • [4] Danilo Petrovic d. [Q] Igor Sijsling, 6-1 e 7-6[6]
  • [3] Federico Gaio d. Ruben Bemelmans, 3-6, 6-3 e 6-2
  • [WC] Giulio Zeppieri d. [2] Hugo Dellien, 1-6, 6-3 e 6-4
  • [Q] Nino Serdarusic d. [1] Damir Dzumhur, 6-2, 6-7[1] e 6-3

Ronda 2:

  • [WC] Giulio Zeppieri d. [Q] Felipe Meligeni Alves, 6-4 e 6-3
  • [Q] Nino Serdarusic d. Roberto Marcora, 4-6, 6-1 e 6-4
  • [SE] Andrea Pellegrino d. [Alt] Andrea Collarini, 6-3, 6-7[4] e 6-4
  • Cem Ilkel d. Lorenzo Giustino, 6-4 e 6-2
  • Juan Manuel Cerúndolo d. Alexandre Muller, 6-4 e 6-3
  • [8] Alessandro Giannessi d. Jay Clarke, 6-2 e 6-4
  • [WC] Flavio Cobolli d. [4] Danilo Petrovic, 6-2 e 6-2
  • [PR] Thanasi Kokkinakis d. [3] Federico Gaio, 6-7[8], 6-3 e 6-4

Quartos de final:

  • Cem Ilkel d. [Q] Nino Serdarusic, 7-6[3], 3-6 e 6-3
  • [WC] Flavio Cobolli d. [SE] Andrea Pellegrino, 7-6[3] e 6-1
  • Juan Manuel Cerúndolo d. [WC] Giulio Zeppieri, 6-0 e 6-3
  • [8] Alessandro Giannessi d. [PR] Thanasi Kokkinakis, 7-5, 3-6 e 7-5

Meias-finais:

  • [WC] Flavio Cobolli d. Cem Ilkel, 6-3 e 7-5
  • Juan Manuel Cerúndolo d. [8] Alessandro Giannessi, 4-6, 6-4 e 7-5

Final:

  • Juan Manuel Cerúndolo d. [WC] Flavio Cobolli, 6-2, 3-6 e 6-3
Total
2
Shares
Total
2
Share