Emilio Gómez salva três match points e impede dobradinha de Jarry em Salinas

O chileno Nicolás Jarry esteve em três momentos distintos a um ponto de voltar a sagrar-se campeão em Salinas, depois de ter vencido o primeiro Challenger disputado na cidade equatoriana na semana passada. Contudo, Emilio Gómez teve ideias distintas, eliminou os três match points e estragou a festa do chileno. Gómez venceu com os parciais de 4-6, 7-6[6] e 6-4 e tornou-se no primeiro equatoriano a vencer no país natal desde Giovanni Lapentti em 2010.

A final da prova teve início na tarde de domingo, mas teve que ser interrompida e concluída esta segunda-feira devido à falta de luz natural. Jarry saiu na frente do marcador, após ter eliminado seis break points no primeiro set. O chileno aproveitou depois a única oportunidade que teve para consumar o break e a vitória no parcial.

Na segunda partida, o primeiro match point para o chileno apareceu quando Gómez servia a 5-6 para forçar o tiebreak, mas o equatoriano conseguiu levar a sua avante e empurrou o parcial para o desempate. Aí, Nicolás Jarry voltou a chegar aos match points. O ex-número 38 mundial chegou ao 6-4 e teve mais dois match points a favor, um deles no seu serviço. Contudo, não conseguiu converter nenhum deles e Gómez ganhou uma nova vida ao empurrar a partida para o terceiro set. Num último set equilibrado, os dois foram eliminando break points, mas Gómez conseguiu mesmo dar a machadada final quando Jarry servia para se manter no encontro.

O tenista equatoriano, que defendeu com sucesso o estatuto de primeiro cabeça de série e conquistou o segundo Challenger da carreira, garantiu a subida de 21 lugares no ranking ATP com o triunfo e passa a ocupar o 183.º lugar. Quanto a Jarry, continua a recuperação na hierarquia mundial e escalou mais 43 posições. O tenista de 25 anos é agora o 327.º colocado no ranking.

Os resultados completos do Challenger de Salinas 2:

Ronda 1:

  • [1] Emilio Gómez d. Vladyslav Orlov, 6-1 e 6-1
  • Camilo Ugo Carabelli d. Kaichi Uchida, 7-5 e 6-4
  • [Q] Tak Khunn Wang d. Nick Chappell, 3-6, 6-1 e 7-5
  • [5] Hiroki Moriya d. Denis Yevseyev, 7-6[1] e 6-2
  • Thiago Agustín Tirante d. [4] Altug Celikbilek, 6-2 e 6-4
  • Pedro Sakamoto d. Shuichi Sekiguchi, 6-2 e 6-4
  • [Q] Gonzalo Villanueva d. [Q] Hernán Casanova, 7-5 e 6-0
  • JC Aragone d. [6] [WC] Roberto Quiroz, 6-2, 6-7[4] e 6-2
  • [7] Adrian Menendez-Maceiras d. [WC] Diego Hidalgo, 7-5 e 6-0
  • Kevin King d. [Q] Facundo Díaz Acosta, 6-4 e 6-3
  • Aziz Dougaz d. Jelle Sels, 7-6[5] e 7-5
  • Agustín Velotti d. [3] Roberto Cid Subervi, 5-7, 6-4 e 7-6[5]
  • Tim Van Rijthoven d. [8] Roberto Ortega-Olmedo, 7-6[2], 6-7[6] e 7-6[6]
  • [SE] Nicolás Jarry d. Orlando Luz, 6-2 e 6-4
  • [SE] Nicolás Mejía d. [WC] António Cayetano March, 6-1 e 6-2
  • Skander Mansouri d. [2] João Menezes, 6-7[7], 6-4 e 7-6[4]

Ronda 2:

  • [1] Emilio Gómez d. Camilo Ugo Carabelli, 7-6[2] e 7-6[1]
  • [5] Hiroki Moriya d. [Q] Tak Khunn Wang, 6-0 e 7-6[3]
  • Thiago Agustín Tirante d. Pedro Sakamoto, 6-3 e 0-0 ret.
  • JC Aragone d. [Q] Gonzalo Villanueva, 6-2 e 6-2
  • Kevin King d. [7] Adrian Menendez-Maceiras, 6-1, 2-6 e 7-5
  • Agustín Velotti d. Aziz Dougaz, 6-4, 4-6 e 7-5
  • [SE] Nicolás Jarry d. Tim Van Rijthoven, 6-3 e 7-5
  • [SE] Nicolás Mejía d. Skander Mansouri, 3-6, 6-3 e 6-2

Quartos de final:

  • [1] Emilio Gómez d. [5] Hiroki Moriya, 6-1 e 6-4
  • Thiago Agustín Tirante d. JC Aragone, 6-4, 4-6 e 6-1
  • Agustín Velotti d. Kevin King, 6-3 e 6-3
  • [SE] Nicolás Jarry d. [SE] Nicolás Mejía, 6-1 e 6-2

Meias-finais:

  • [1] Emilio Gómez d. Thiago Agustín Tirante, 1-6, 7-5 e 4-3 ret.
  • [SE] Nicolás Jarry d. Agustín Velotti, 6-1 e 6-2

Final:

  • [1] Emilio Gómez d. [SE] Nicolás Jarry, 4-6, 7-6[4] e 6-4
Total
2
Shares
Total
2
Share