Holanda 1-2 China: asiáticas perto de confirmar reviravolta

A seleção chinesa está a uma vitória de completar a surpresa na visita à Holanda e de se apurar para a ronda de qualificação para a fase final da Billie Jean King Cup. Xiyu Wang, de 20 anos, voltou a assumir a responsabilidade e venceu o seu segundo encontro de singulares na eliminatória de forma a oferecer a vantagem às asiáticas.

O programa inicial para este sábado previa que Wang defrontasse Kiki Bertens, mas o capitão da Holanda, Paul Haarhuis, fez uma alteração de última hora e lançou Lesley Kerkhove (179.ª WTA) a jogo. A tenista de 29 anos batalhou ao longo de duas horas e seis minutos com Wang, mas acabou por ceder para a número 134 mundial com os parciais de 6-3, 5-7 e 6-4.

Wang entrou muito forte no encontro e realizou um primeiro set de bom nível. A chinesa cometeu apenas sete erros, assinou mais winners (7-4) e perdeu apenas quatro pontos ao serviço. Kerkhove, apesar de ter colocado 73% das primeiras bolas, não conseguiu encontrar antídoto para a qualidade imposta por Wang na resposta e acabou por ceder.

A chinesa aproveitou o bom momento para conseguir novo break logo no jogo inaugural da segunda partida e se colocar mais perto do triunfo. Contudo, Kerkhove arriscou mais e saiu premiada na reta final do parcial, ao vencer quatro jogos consecutivos para recuperar de 3-5 para 7-5 e forçar a terceira partida.

O terceiro set foi bem jogado de parte a parte, com poucos erros. A tenista da casa foi a primeira a chegar ao break e a colocar-se com uma vantagem de 3-1 que poderia tornar-se decisiva. Contudo, Wang conseguiu de imediato o contra-break e manteve a pressão na adversária. Na reta final, numa altura em qualquer erro poderia ser fatal, Kerkhove ainda eliminou dois break points, mas não conseguiu impedir que Wang convertesse o terceiro e se colocasse na posição de servir para a vitória. Com um jogo de serviço tranquilo, a tenista chinesa confirmou o triunfo e a reviravolta na eliminatória.

Perante este resultado, a China está agora a apenas um triunfo de carimbar o apuramento para a ronda seguinte. O quarto jogo da eliminatória – e segundo do dia – vai colocar Arantxa Rus (83.ª WTA) e Xinyu Wang (146.ª WTA) frente a frente e é de caráter decisivo, com a holandesa obrigada a ganhar para adiar a decisão para o encontro de pares, que está previsto ser disputado entre Lesley Kerkhove e Demi Schuurs (Holanda) e Shuai ZhangSaisai Zheng (China).

Total
1
Shares
Total
1
Share