Sérvia 0-2 Canadá: canadianas perto de completar a vitória fora de portas

O Canadá está muito perto de garantir uma vaga no apuramento para a fase final da Billie Jean King Cup. A seleção canadiana venceu os dois encontros desta sexta-feira na visita à Sérvia e colocou-se a uma vitória apenas de confirmar o triunfo na eliminatória.

No primeiro jogo da eliminatória, que se disputa em piso rápido indoor no Sport Hall Ibar, em Kraljevo, Leylah Fernandez (72.ª WTA) puxou a vantagem para a equipa canadiana. No primeiro encontro da carreira frente a Olga Danilovic (162.ª WTA), a jovem de 18 anos teve de trabalhar arduamente para chegar ao triunfo, mas conseguiu alcançar os parciais de 7-5, 4-6 e 6-4 ao fim de duas horas e 34 minutos. Num jogo repleto de erros não-forçados (65 de Danilovic para 59 de Fernandez), a canadiana conseguiu ainda assim ser mais consistente e aproveitar melhor os break points. Danilovic, por outro lado, dependeu muito da pancada de direita (que lhe valeu 24 dos 30 winners que assinou), mas não conseguiu desequilibrar o suficiente para chegar ao triunfo.

A segunda partida do dia colocou frente a frente Nina Stojanovic (87.ª WTA) e a experiente Rebecca Marino (230.ª WTA). A pressão era maior do lado de Stojanovic, que procurava empatar a eliminatória e evitar que as canadianas ficassem a apenas um triunfo da vitória final. No entanto, Marino fez uso da maior experiência para triunfar por 6-4 e 7-6[6].

Stojanovic até foi a primeira a chegar ao break, mas não conseguiu confirmar a quebra de serviço e permitiu de imediato o contra-break. O set chegou depois à altura decisiva e a melhor cotada acabou por não conseguir aguentar a pressão quando servia a 4-5 para se manter no parcial. Em vantagem, Marino abriu uma vantagem de 2-0 na segunda partida e parecia bem encaminhada para o triunfo, mas as duas tenistas entraram numa troca de breaks que terminou com tudo empatado. O primeiro match point para a canadiana apareceu quando Stojanovic servia a 5-6, mas a sérvia conseguiu empurrar o parcial para o tiebreak. No desempate, aí sim, Rebecca Marino conseguiu fechar o encontro ao quarto match point. A canadiana fez dez ases e assinou o dobro dos winners (18 contra nove).

Perante a conjugação de resultados desta sexta-feira, a Sérvia tem uma verdadeira montanha para escalar caso queira seguir em frente na competição. O primeiro encontro de sábado vai opor Nina Stojanovic a Leylah Fernandez e poderá ditar o fecho da eliminatória, caso a canadiana vença. Se necessário, o quarto embate da eliminatória vai ser disputado entre Olga Danilovic e Rebecca Marino e o quinto encontro coloca frente a frente a dupla sérvia composta por Olga Danilovic e Aleksandra Krunic e a dupla canadiana formada por Sharon FichmanCarol Zhao.

Total
1
Shares
Total
1
Share