Federer pode vir a jogar apenas em Genebra antes de Roland Garros

O calendário de Roger Federer é por estes dias um dos segredos melhor guardados no mundo do ténis. Esta semana, o fecho das inscrições do Masters 1000 de Roma tornou oficial a ausência do suíço – o único tenista do top 10 a não estar presente na capital italiana – e levou a um aumento da especulação sobre um eventual regresso do helvético em Madrid, mas a história pode não ser bem assim.

De acordo com o jornal MARCA, existe a possibilidade de Roger Federer vir a disputar apenas o ATP 250 de Genebra na preparação para Roland Garros, que sofreu um adiamento de uma semana. Segundo a mesma publicação, um dos fatores que pode levar Federer a optar pelo torneio suíço, que se joga de 16 a 22 de maio, é o facto de ser um quadro teoricamente mais acessível e de ainda ficar com uma semana para recuperar para Roland Garros, que arranca no dia 30. O facto de Roger Federer ter sido recentemente nomeado como embaixador do turismo suíço pode também ter peso na decisão.

Ainda assim, não existe uma decisão oficial por parte do vencedor de 20 torneios do Grand Slam, pelo que o calendário permanece uma incógnita. Roger Federer, que esteve muito tempo ausente do circuito, regressou esta temporada em Doha e desde então não voltou a atuar no circuito ATP. A cerca de quatro meses de completar 40 anos de idade, o tenista suíço está nesta altura a considerar as opções e com mais cautela do que nunca.

Total
1
Shares
Total
1
Share