Três norte-americanas vencem em arranque atribulado em Charleston

Depois de ter sido palco de um WTA 500 na semana passada, a cidade de Charleston volta a acolher esta semana um evento do principal circuito feminino, ainda que este de menor dimensão (WTA 250). Numa primeira jornada cheia de peripécias, as tenistas da casa foram as mais felizes, já que três norte-americanas garantiram esta segunda-feira o apuramento para a segunda ronda.

Shelby Rogers, número 46 mundial e terceira melhor cotada do torneio, foi a primeira das tenistas da casa a seguir para a próxima ronda. Num duelo perante a compatriota Caty McNally (110.ª WTA), Rogers não deu qualquer hipótese da jovem de 19 anos discutir o encontro e venceu por 6-0 e 6-1 em apenas 63 minutos.

Logo a seguir, o Althea Gibson Club Court recebeu mais um duelo 100% norte-americano, com Lauren Davis (79.ª WTA) a defrontar CoCo Vandeweghe (228.ª WTA), que recebeu um wild card para disputar o quadro principal. O triunfo sorriu a Davis, sétima cabeça de série, com os parciais de 7-6[3] e 6-4, em uma hora e 39 minutos. Vandeweghe ofereceu boa réplica à compatriota, mas continua à procura de bons resultados desde que regressou ao circuito.

A terceira norte-americana a seguir em frente apurou-se no Court 1. Madison Brengle, número 82 mundial e oitava cabeça de série, parecia bem encaminhada para uma vitória em dois sets perante a russa Natalia Vikhlyantseva (149.ª WTA), mas foi obrigada a trabalho extra e só festejou o triunfo ao fim de uma hora e 45 minutos, com parciais de 6-0, 3-6 e 6-2.

As peripécias da jornada, no entanto, ficaram guardadas para outros encontros. A jovem Clara Tauson (101.ª WTA) conseguiu fechar o encontro em dois sets, mas terminou com um joelho totalmente enfaixado e a condição física da dinamarquesa é nesta altura uma incógnita.

No Court 1, as japonesas Nao Hibino (88.ª WTA) e Misaki Doi (78.ª WTA) protagonizaram um episódio não muito comum. Habituais parceiras em pares, as duas tiveram muitos problemas com o calor e com o largo período de tempo que estiveram em court (mais de três horas). Depois de ter eliminado dois match points e recuperado de uma desvantagem de 1-5 no segundo set, Misaki Doi liderava por 5-2 na terceira partida, com alguma ajuda do facto de Hibino ter começado a ter cãibras no último parcial. Contudo, num verdadeiro golpe de teatro, Doi começou a ter cãibras ainda mais fortes, e apesar de ter tido cinco match points ao serviço, acabou por permitir que a compatriota recuperasse para forçar um tiebreak, do qual se veio a retirar após o primeiro ponto.

WTA 250 de Charleston
Resultados de segunda-feira

Ronda 1:
Nao Hibino d. [5] Misaki Doi, 7-5, 5-7 e 6-6 ret.
Clara Tauson d. Liudmila Samsonova, 6-3 e 6-3
[3] Shelby Rogers d. Caty McNally, 6-0 e 6-1
[7] Lauren Davis d. [WC] CoCo Vandeweghe, 7-6[3] e 6-4
[8] Madison Brengle d. Natalia Vikhlyantseva, 6-0, 3-6 e 6-2
[6] Ajla Tomljanovic d. Renata Zarazua, 6-1 e 6-1

Total
1
Shares
Total
1
Share