Jovens portuguesas travadas na primeira ronda do qualifying do Oeiras Ladies Open

Sara Falcão/FPT

OEIRAS — A missão era (muito) difícil e dentro do court confirmou-se: Sara Lança, Inês Oliveira, Matilde Jorge, Maria Santos, Carolina Azadinho e Mafalda Guedes foram derrotadas na primeira ronda do qualifying do Oeiras Ladies Open, ITF de 60.000 dólares que a Federação Portuguesa de Ténis organiza, a partir deste domingo, nos courts de terra batida do Complexo Desportivo do Jamor.

Na primeira experiência a este nível, as jovens portuguesas foram travadas por tenistas bem mais experientes: Inês Oliveira perdeu para a primeira cabeça de série, Paula Ormaechea (282.ª WTA), por 6-0 e 6-0; Carolina Azadinho para a terceira, Stephanie Wagner (297.ª), por 6-2 e 6-0; Matilde Jorge perante a quarta favorita, Lea Boskovic (299.ª), por 6-0 e 6-3; Maria Santos foi travada pela sétima pré-designada, Katie Volynets (316.ª), com parciais de 6-3 e 6-1; Mafalda Guedes pela 14.ª cabeça de série, Suzan Lamens (410.ª), por 6-1 e 6-0; e Sara Lança pela 16.ª favorita, Emily Wembley-Smith (449.ª), com 6-0 e 6-2.

Com os resultados deste domingo, a participação portuguesa no Oeiras Ladies Open fica reduzida às quatro jogadoras que receberam wild cards para o quadro principal: Francisca Jorge (que só se estreia na terça-feira), Inês Murta, Ana Filipa Santos e Elizabet Hamaliy.


Total
4
Shares
Total
4
Share