Nuno Borges e Francisco Cabral nas meias-finais do Oeiras Open

Sara Falcão/FPT

OEIRASNuno Borges e Francisco Cabral voltam a chegar a umas meias-finais de um Challenger, depois de terem atingido a mesma fase no CIF, em Outubro, ao derrotarem os alemães Mats Rosenkranz e Tom Schonenberg por 7-6(5) e 6-1.

Após um primeiro set sem qualquer break (e apenas com uma oportunidade, para os portugueses) e decidido por muito pouca margem, no segundo parcial os amigos de longa data descolaram rumo à fase das quatro melhores duplas pela segunda vez enquanto parceria, quebrando os adversários em três ocasiões. Borges e Cabral não enfrentaram sequer um ponto para perder o serviço em todo o encontro.

“Estávamos a ter dificuldades em responder ao serviço dos dois adversários no primeiro set e tivemos um bocadinho de sorte no tie-break. Depois eles desmoralizaram”, analisou o maiato Nuno Borges.

Nas meias-finais, a dupla 100% nacional vai encarar ou os franceses Enzo Couacaud e Manuel Guinard (Guinard que mede forças com Borges nos quartos de final de singulares) ou a dupla Nick Chappell/Vladyslav Orlov. “Termos jogado a meia-final vai ser importante para as meias-finais aqui”, disse Borges no final do embate. Já Cabral garante: “vamos com tudo para fazer melhor do que no CIF”.

Total
3
Shares
Total
3
Share