Alemães Mats Moraing e Oscar Otte conquistam o primeiro Oeiras Open

Sara Falcão/FPT

OEIRAS — Celebrou-se em alemão na primeira final do primeiro Oeiras Open, com os alemães Mats Moraing e Oscar Otte a derrotarem o italiano Riccardo Bonadio e o cazaque Denis Yevseyev, com os parciais de 6-1 e 6-4, para conquistarem o título de pares no primeiro de três ATP Challenger 50 organizados pela Federação Portuguesa de Ténis no Complexo Desportivo do Jamor, em Oeiras, em 2021.

Numa final rapidíssima, resolvida em apenas 48 minutos, Moraing e Otte estiveram sempre por cima: com dois breaks no primeiro set e dois no segundo (onde ainda cederam pela primeira e única vez um jogo de serviço), os dois germânicos celebraram pela primeira vez a conquista de um título lado a lado a este nível.

Para Otte, que em singulares não conseguiu defender o estatuto de primeiro cabeça de série (perdeu logo na primeira ronda para Marco Trungelliti), a conquista deste sábado traduziu-se na segunda da carreira em solo português, dado que em 2017 conquistou, no Lisboa Belém Open, o primeiro título Challenger em singulares.

“Significa muito, é o nosso primeiro título juntos e apesar de não jogarmos muitas vezes conseguimos vencer. Tem sido uma ótima semana, o torneio está muito bem organizado e estamos felizes por ganhar aqui”, começou por dizer Moraing, antes do parceiro, Otte, recordar a conquista de há quatro anos: “É o mesmo hotel, só muda o clube, e estou muito feliz por voltar a ter uma semana muito boa. Foi muito divertido jogar com o Mats e acabou por ser uma boa semana apesar de não ter corrido bem nos singulares.”

Este domingo, o Oeiras Open 1 chega ao fim com a final de singulares, entre o português Gastão Elias e o checo Zdenek Kolar.

Total
1
Shares
Total
1
Share