Hurkacz vira o que parecia perdido e estreia-se em meias-finais de Masters 1000

As surpresas continuam a aumentar no ATP Masters 1000 de Miami, onde a jornada desta quinta-feira começou com a vitória de Hubert Hurkacz frente a Stefanos Tsitsipas num encontro que o grego controlou e deixou escapar — tal como a oportunidade de ouro de adicionar ao currículo o primeiro troféu de campeão em torneios da categoria.

O tenista polaco esteve a perder por um set, um break e dois pontos que podiam ter valido ao grego o duplo break, mas recuperou de forma quase milagrosa e acabou por confirmar a reviravolta para vencer com os parciais de 2-6, 6-3 e 6-4 e alcançar o melhor resultado da carreira em torneios ATP Masters 1000.

Num encontro que teve de tudo um pouco, o grande destaque foi a atitude negativa (e rara) de Tsitsipas, que recebeu mesmo um penalty point: foi no reatar do terceiro set, quando depois de ser avisado pelo árbitro de cadeira para o tempo que estava a demorar, não resistiu a uma provocação: “Se me deres uma violação de tempo quero que chames o supervisor.”

Greg Allensworth, o “juiz” de serviço, não hesitou: “Violação de tempo, Tsitsipas. Supervisor chamado ao court, por favor. Point penalty, Tsitsipas.”

Apesar do episódio, o número cinco do mundo conseguiu manter-se na discussão do encontro ao longo dos quatro primeiros jogos, mas o break sofrido no quinto foi suficiente para Hurkacz somar uma das melhores vitórias da carreira e avançar para as meias-finais, onde aguarda pelo vencedor do duelo entre Andrey Rublev e Sebastian Korda.

Total
1
Shares
Total
1
Share