Gonçalo Oliveira e Gonçalo Falcão estreiam-se lado a lado com uma vitória

Sara Falcão/FPT

OEIRAS — Primeiro encontro, primeira vitória: Gonçalo Oliveira e Gonçalo Falcão estrearam-se esta quarta-feira lado a lado e carimbaram o primeiro triunfo português no quadro de pares do Oeiras Open.

A defenderem o estatuto de quartos cabeças de série, os dois tenistas lusos “encaixaram” logo de início e derrotaram o norte-americano Ernesto Escobedo e o ucraniano Vladyslav Orlov em duas partidas, com os parciais de 6-4 e 6-4.

Com esta vitória, Oliveira e Falcão inscreveram o nome nos quartos de final do primeiro de dois Oeiras Open, fase em que vão defrontar os alemães Mats Moraing e Oscar Otte.

“Uma vitória é sempre uma estreia positiva. Estava agora a dizer ao Gonçalo que nos entendemos e encaixámos bem, mas com ele é fácil porque a forma como serve e a solidez que tem do fundo do court dão outra segurança. Foi uma estreia positiva, sem dúvida”, analisou Gonçalo Falcão antes de passar a palavra ao homónimo. “Deixei-o escolher o lado em que se sentia mais confortável porque nas últimas semanas tenho variado e sinto-me adaptado a qualquer um. Acho que fazemos uma boa parceria e para primeira vez em que jogámos juntos entendemo-nos na perfeição”, completou Gonçalo Oliveira.

Menos sorte tiveram as outras duplas 100% portuguesas que foram a jogo esta quarta-feira: Pedro Araújo e Tiago Cação perderam por 6-0 e 6-3 para os primeiros cabeças de série, Enzo Couacaud e Manuel Guinard, enquanto Francisco Cabral e Luís Faria perderam por 6-3 e 7-6(5) para Elliot Benchtrit e Zdenek Kolar, terceiros candidatos ao título.

Total
3
Shares
Total
3
Share