Millennium Estoril Open. Diego Schwartzman lidera elenco de luxo com presença recorde de cinco top 20

A sexta edição do Millennium Estoril Open foi apresentada esta terça-feira e o evento ditou a tónica de como será o maior torneio de ténis português em 2021: sem público no Clube de Ténis do Estoril, com uma aposta ainda mais forte no digital e um elenco que promete muito espetáculo entre os dias 24 de abril e 2 de maio.

O número nove mundial Diego Schwartzman é o grande destaque da lista de inscritos provisória que foi divulgada esta terça-feira pela organização — habitualmente, as inscrições encerram seis semanas antes do início de cada torneio, mas devido ao contexto atual o período foi reduzido para quatro semanas e posteriormente adiado para o final da tarde desta quarta-feira, pelo que até lá mais nomes poderão juntar-se ao torneio.

Já com um título conquistado esta temporada, o argentino é o mais cotado de um grupo recorde de cinco jogadores do top 20 mundial: a ele na lista de inscritos juntam-se o carismático Gael Monfils (14.º ATP), o vencedor de 2017 Pablo Carreño Busta (15.º), o sempre irreverente Fabio Fognini (17.º) e o talentoso Christian Garín (20.º), outro tenista que já aumentou o palmarés em 2021.

O número um português João Sousa (103.º ATP) não conseguiu aceder diretamente à lista de inscritos, mas recebeu o primeiro wild card e tornou-se no primeiro tenista português a garantir a participação na sexta edição do Millennium Estoril Open, que venceu em 2018.

O vimaranense é, aliás, um de três campeões confirmados no Clube de Ténis do Estoril, dado que a ele e Carreño Busta se juntará ainda Richard Gasquet (atualmente na 50.ª posição), que venceu a edição inaugural do torneio ao derrotar Nick Kyrgios na final de 2015.

Na lista de tenistas com entrada direta no Millennium Estoril Open surgem ainda nomes como os de Ugo Humbert (30.º), Benoit Paire (33.º), Filip Krajinovic (35.º), Alexander Bublik (44.º), Lloyd Harris (52.º), Alejandro Davidovich Fokina (55.º) e Frances Tiafoe (58.º), o finalista de 2018.

O primeiro jogador na lista de alternates é o uruguaio Pablo Cuevas (73.º), finalista em 2019, enquanto João Sousa precisaria de 12 desistências para chegar ao quadro principal sem precisar de um wild card.

Lista provisória de inscritos (deadline às 18 horas de quarta-feira, 31 de março):

1. Diego Schwartzman (ARG) 9.º
2. Gael Monfils (FRA) 14.º
3. Pablo Carreño-Busta (ESP) 15.º
4. Fabio Fognini (ITA) 17.º
5. Cristian Garin (ARG) 20.º
6. Ugo Humbert (FRA) 30.º
7. Benoit Paire (FRA) 33.º
8. Filip Krajinovic (SER) 35.º
9. Alexander Bublik (CAZ) 44.º
10. Albert Ramos-Vinolas (ESP) 47.º
11. Jérémy Chardy (FRA) 49.º
12. Richard Gasquet (FRA) 50.º
13. Lloyd Harris (RAS) 52.º
14. Alejandro Davidovich Fokina (ESP) 55.º
15. Cameron Norrie (GBR) 56.º
16. Frances Tiafoe (EUA) 58.º
17. Jordan Thompson (AUS) 60.º
18. Pablo Andujar (ESP) 61.º
19. Fernando Verdasco (ESP) 72.º

Alternates:

20. Pablo Cuevas (URU) 73.º
21. Pierre-Hugues Herbert (FRA) 74.º
22. Corentin Moutet (FRA) 75.º
23. Soonwoo Kwon (COR) 79.º
24. Federico Delbonis (ARG) 80.º
25. Lucas Pouille (FRA) 81.º
26. Federico Coria (ARG) 84.º
27. Salvatore Caruso (ITA) 85.º
28. Kevin Anderson (AFS) 91.º
29. Juan Ignacio Londero (ARG) 92.º
30. Pedro Martinez (ESP) 93.º
31. Roberto Carballes Baena (ESP) 96.º
32. Jaume Munar (ESP) 99.º
33. João Sousa (POR) 103.º *WILDCARD

O quadro principal de singulares do Millennium Estoril Open conta com 28 jogadores (os quatro primeiros cabeças de série recebem um bye na primeira ronda): 19 têm entrada direta e a eles juntam-se 2 special exempt (vagas libertadas para alternates caso não haja tenistas nessa situação), 3 wild cards e 4 qualifiers.

Total
24
Shares
Total
24
Share