Luís Faria salva 6 match points e avança no qualifying do Oeiras Open

Sara Falcão/FPT

OEIRAS — Primeiro Francisco Cabral, depois Pedro Araújo, agora Luís Faria. O dia continua a sorrir às cores nacionais no Jamor, com o jogador natural de Guimarães a salvar por seis vezes um ponto de encontro para derrotar Vladyslav Orlov (esta semana no 366.º lugar do ranking), por 4-6, 6-1 e 7-6(7), para se tornar no terceiro tenista português a chegar à ronda final da fase de qualificação do Oeiras Open.

Após o dividir dos dois primeiros sets (no primeiro, Faria até liderou com break de vantagem em duas ocasiões), o duelo parecia perdido para o português de 21 anos quando o adversário serviu para fechar o embate por um par de vezes. Com três pontos de encontro resgatados, tudo se decidiu no tie-break, em que o tenista do Centro de Alto Rendimento da Federação Portuguesa de Ténis voltou a precisar de algum do seu melhor ténis para sobreviver, salvando esses momentos de forma autoritária. Quando foi a vez de Luís Faria dispor de um match point, Vladslav Orlov cometeu uma dupla falta que selou a partida.

Esta segunda-feira, o actual 827.º do ranking ATP medirá forças com o francês Manuel Guinard e em jogo está o apuramento para o quadro principal do Oeiras Open I.

Total
3
Shares
Total
3
Share