João Sousa não espera facilidades na 2.ª ronda de Miami, mas quer “manter o bom nível”

Depois de ter quebrado o jejum de vitórias em quadros principais de singulares, João Sousa quer mais e, apesar das dificuldades que antevê, espera dar continuidade ao bom momento e carimbar o apuramento para a terceira ronda do ATP Masters 1000 de Miami, nos EUA.

Em declarações à Lusa, o número um português e 103 do ranking ATP falou sobre o adversário deste sábado, o francês Ugo Humbert (30.º do ranking): “É um jogador que vem com muita confiança, está a jogar muito bem, é muito perigoso, esquerdino e que conheço bem, portanto vai ser mais um encontro muito exigente. Espero poder manter o bom nível e obviamente que vou fazer tudo por tudo para vencer.”

O frente a frente deste sábado (ainda sem hora marcada) será o segundo entre João Sousa e Ugo Humbert. Em 2017, o português levou a melhor por 7-5 e 6-4 na segunda ronda do qualifying do Masters 1000 de Paris, mas entretanto o francês — atualmente com 22 anos — evoluiu e tornou-se num dos tenistas mais promissores da nova geração. Em 2020 jogou as duas primeiras finais da carreira no circuito ATP e venceu ambas: primeiro em Auckland, depois em Antuérpia, sempre em piso rápido.

Total
1
Shares
Total
1
Share