Pedro Sousa afastado na primeira ronda do Masters 1000 de Miami

O português Pedro Sousa (111.º ATP) estreou-se, esta quarta-feira, em torneios ATP Masters 1000, mas não conseguiu fazê-lo com uma vitória e despediu-se do Miami Open, nos EUA, na primeira ronda.

Sexto português da história a inscrever o nome no quadro principal de singulares de um evento desta categoria, o lisboeta de 32 anos não conseguiu contrariar o favoritismo de Pierre-Hugues Herbert (74.º do ranking, que há dois anos chegou ao top 40 e na variante de pares é um dos melhores do mundo) e perdeu por 6-1 e 6-3 para o tenista francês de 30 anos.

Com pouco tempo de readaptação àquela que é a superfície em que se sente menos confortável, Pedro Sousa não conseguiu reunir armas para dar a volta ao ténis de Herbert, mais à vontade em piso rápido e a atravessar uma boa fase, uma vez que há 10 dias jogou a quarta final da carreira em torneios de singulares (derrotou Kei Nishikori, Cameron Norrie, Stefanos Tsitsipas e Ugo Humbert antes de perder com Daniil Medvedev no ATP 250 de Marselha).

Terminada a passagem pelo ATP Masters 1000 de Miami, onde apesar do desaire atingiu mais um objetivo de carreira, o jogador do Centro de Alto Rendimento da Federação Portuguesa de ténis vai atravessar o Atlântico para competir no continente europeu pela primeira vez em 2021: será em Marbella, Espanha, num torneio Challenger (precisa de uma desistência para ser cabeça de série).

Ainda por se estrear nesta edição do Miami Open está João Sousa, que só entra em ação na jornada de quinta-feira, frente ao australiano Christopher O’Connell.

Total
3
Shares
Total
3
Share