Djokovic “rouba” dois top 10 ao ATP 500 de Barcelona e fortalece regresso de Belgrado

Nove anos depois, a cidade de Belgrado prepara-se para regressar ao calendário do circuito mundial masculino com um ATP 250 organizado por Djordje Djokovic, o irmão mais novo de Novak Djokovic. E o “peso” da família sérvia é suficiente para o evento fazer frente ao Barcelona Open Banc Sabadell, que se joga na mesma semana (19 a 25 de abril) e é da categoria superior.

Com a influência do número um mundial, a organização do torneio conseguiu garantir três nomes do top 10 mundial para a primeira edição: a Djokovic juntam-se Dominic Thiem (campeão em título de Barcelona…) e Matteo Berrettini. Mas o elenco não se fica por aqui, pois estão garantidas as participações de outros cinco membros do top 30: Gael Monfils, Stan Wawrinka, Borna Coric, Dusan Lajovic e a sensação do momento, Aslan Karatsev.

Entre 2009 e 2012, a cidade de Belgrado recebeu um torneio ATP (também em terra batida) pela primeira vez. Djokovic venceu a primeira e a terceira edição, com o título de 2010 a ser entregue ao norte-americano Sam Querrey e o de 2012 a ficar no palmarés de Andreas Seppi.

No entanto, o espetáculo em Barcelona também está garantido: para além da estrela da casa, Rafael Nadal, irão a jogo no Real Club de Tennis Barcelona outros 10 jogadores do top 20 mundial, entre os quais o grego Stefanos Tsitsipas e o argentino Diego Schwartzman, para além do ex-campeão Kei Nishikori (que atualmente não faz parte dos 20 primeiros) e a nova coqueluche do ténis espanhol, Carlos Alcaraz.

Total
5
Shares
Total
5
Share