Frederico Silva derrotado na estreia em Masters 1000

O português Frederico Silva foi eliminado na primeira ronda do qualifying de singulares do Miami Open, nos EUA, o torneio que marcou a estreia do jogador das Caldas da Rainha em ATP Masters 1000.

Número 174 do ranking mundial e 20.º cabeça de série, o tenista português não conseguiu resistir ao australiano Thanasi Kokkinakis (243.º depois de uma longa ausência devido a lesões, mas que já teve o nome no top 70 mundial) e perdeu por 6-1 e 7-6(3), em 1h46.

A protagonizar o melhor início de temporada da carreira, Frederico Silva recuperou de um início mais desequilibrado e esteve sempre na luta do segundo set (no qual salvou 12 pontos de break), mas o australiano — que em 2018 derrotou Roger Federer neste mesmo torneio — conseguiu segurar a liderança e carimbar a vitória no tie-break.

Com a derrota do tenista português de 26 anos, João Sousa (103.º) e Pedro Sousa (111.º) passam a ser os únicos representantes nacionais em Miami. Quer o vimaranense, quer o lisboeta entraram diretamente no quadro principal depois de várias desistências nos últimos dias.

Total
3
Shares
Total
3
Share