Kasatkina, a inesperada primeira multicampeã de 2021

No arranque da temporada, talvez não acreditasse se lhe disséssemos que Daria Kasatkina seria a primeira tenista a vencer múltiplos troféus em 2021. A verdade, porém, é que a russa conseguiu esse feito este domingo, ao conquistar o WTA 500 de São Petersburgo. Aos 23 anos e já depois de ter conquistado o Phillip Island Trophy esta época, Kasatkina tornou-se na primeira russa a vencer quer em Moscovo (campeã em 2018), quer em São Petersburgo.

Na final deste domingo, Daria Kasatkina teve pela frente a compatriota Margarita Gasparyan (126.ª WTA) e nem precisou de jogar o encontro na totalidade para sair vencedora. Depois de um primeiro set equilibrado, mas onde Kasatkina foi bem mais eficaz nos break points, ao converter os dois que teve à disposição, a segunda partida decorria com naturalidade até que Gasparyan teve de se retirar. As duas tenistas tinham trocado breaks nos primeiros três jogos, com Kasatkina a liderar por 2-1. Nessa altura, Gasparyan não aguentou os problemas nas costas e foi forçada a retirar-se na maior final da carreira, que encerrou com os parciais de 6-3 e 2-1 a favor da oitava cabeça de série.

Com a vitória em São Petersburgo, Daria Kasatkina passa a ser detentora de quatro títulos WTA e tem agora um registo de 4-3 em finais ao mais alto nível. Em termos de ranking, a antiga top 10 mundial vai ter uma enorme subida esta segunda-feira, com a ascensão ao 38.º posto da hierarquia. Margarita Gasparyan, que em tempos foi 41.ª do ranking, vai regressar ao top 100 mundial e assumir o 87.º posto.

Total
4
Shares
Total
4
Share