Francisca Jorge desperdiça match point e perde em Gonesse

A vimaranense Francisca Jorge despediu-se esta quinta-feira do quadro de singulares do ITF de 15 mil dólares de Gonesse, em França. A número um portuguesa chegou a ter um match point a favor no terceiro set, mas não conseguiu converter e acabou por ceder perante a francesa Estelle Cascino (475.ª WTA) por 6-4, 4-6 e 7-6(6).

O jogo foi muito equilibrado, como o próprio resultado indica, e podia ter caído para qualquer lado. Num encontro rico em quebras de serviço e ainda mais em oportunidades para as conseguir (Cascino teve 25 break points e Francisca Jorge teve 18), foi a tenista francesa a primeira a causar estragos com a resposta. Ao quinto jogo, Cascino conseguiu o break e chegou ao 3-2, mas Francisca Jorge respondeu na mesma moeda e voltou a igualar o parcial. No jogo seguinte, a vimaranense ainda eliminou um primeiro break point, mas cometeu uma dupla falta no segundo e Cascino chegou à quebra de serviço que lhe permitiu avançar para a vitória no set.

A resposta de Francisca Jorge chegou na segunda partida, que seguiu as pisadas da primeira, mas apenas com os papéis invertidos. A tenista lusa de 20 anos conseguiu a primeira quebra de serviço para chegar ao 3-1 e todos os jogos que se seguiram acabaram em break, pelo que Francisca Jorge conseguiu mesmo fechar o set e forçar um terceiro parcial.

Embalada pela vitória na segunda partida, a número um portuguesa arrancou a todo o gás no último set e abriu uma vantagem de 3-0 sobre Cascino. A tenista francesa respondeu à altura e venceu quatro jogos de forma consecutiva, com dois breaks pelo meio, para dar a volta ao resultado. Porém, quando servia para chegar ao 5-3, Cascino permitiu o contra break a ‘Kika’ e o parcial voltou a estar igualado. Logo a seguir, a tenista vimaranense sobreviveu a um longo jogo de serviço, no qual teve de eliminar três break points iniciais para transformar um 0-40 num 40-40, antes de eliminar mais seis break points num jogo de serviço em que a palavra “deuce” foi mencionada por dez vezes.

A pressão passou toda para o lado de Cascino, que não teve problemas em igualar o parcial a cinco jogos. De volta ao serviço, Francisca Jorge salvou break points novamente para chegar ao 6-5 e voltar a colocar a pressão do lado de lá. Nessa altura, a vimaranense dispôs do primeiro – e único – match point a 30-40, mas não conseguiu concretizar. No tiebreak, a tenista natural de Guimarães chegou a liderar por 4-3 e eliminou dois match points para chegar ao 6-6, mas perdeu os dois pontos seguintes e acabou eliminada da prova.

Apesar do afastamento em singulares, Francisca Jorge pode vir ainda a ter razões para sorrir esta quinta-feira. A vimaranense regressa ainda hoje ao court para disputar o acesso à final de pares, ao lado da francesa Lucie Wargnier. A dupla luso-francesa vai medir forças com Tina Cvetkovic e Zoe Howard.

Total
2
Shares
Total
2
Share