Garin avança para a final em casa e defronta Bagnis pelo troféu

Os dois finalistas do ATP 250 de Santiago, no Chile, ficaram a ser conhecidos este sábado. Cristian Garin, nascido na cidade onde se disputa o evento, e o argentino Facundo Bagnis vão discutir o troféu já este domingo, sendo que poderá ser uma primeira vez para ambos: a primeira vez de Garin a vencer um torneio no país natal ou a primeira vez de Bagnis a erguer um troféu de singulares em torneios do ATP Tour.

Nas meias-finais de sábado, Facundo Bagnis foi o primeiro a carimbar o passaporte para a grande decisão. O 118.º classificado do ranking ATP bateu o pé ao compatriota Federico Delbonis (86.º), oitavo cabeça de série, e triunfou com os parciais de 7-5 e 6-3. Bagnis venceu 82% dos pontos com o primeiro serviço (31/38) e 55% dos pontos na resposta à segunda bola de Delbonis (12/22), tendo sido a partir desses aspetos que o argentino ditou a diferença. Na primeira partida, Bagnis só conseguiu fechar o set ao quarto set point e no segundo parcial teve mesmo de recuperar da desvantagem de um break. O menor cotado venceu cinco dos últimos seis jogos para confirmar a reviravolta no parcial e a vitória em sets diretos.

Cristian Garin entrou em court logo a seguir para medir forças com o colombiano Daniel Elahi Galán (121.º). O número 22 mundial, primeiro cabeça de série em Santiago, continuou na onda de vitórias em sets diretos e assegurou a presença na final com os parciais de 6-4 e 6-3. Garin, que ainda não cedeu qualquer parcial esta semana, assinou oito ases, venceu 81% dos pontos com o primeiro serviço (29/36) e apesar de alguns problemas com a segunda bola, conseguiu manter o adversário com um número reduzido de break points (apenas três, dos quais Elahi Galán converteu um). Na resposta, o chileno soube massacrar o segundo serviço do adversário – venceu 62% desses pontos (18/29) – e descobriu múltiplos break points ao longo do encontro (um total de dez, dos quais converteu quatro).

A final deste domingo dita o quarto encontro entre Facundo Bagnis e Cristian Garin, mas apenas o primeiro em eventos ATP. O confronto direto até ao momento é favorável ao argentino, que lidera por 2-1. Garin vai à procura do quinto título da carreira naquela que é a sua sexta final, ao passo que Bagnis faz a estreia em finais no ATP Tour.

Total
1
Shares
Total
1
Share