Medvedev e Herbert discutem troféu em Marselha

Os dois finalistas do ATP 250 de Marselha ficaram a ser conhecidos na jornada deste sábado. O russo Daniil Medvedev e o francês Pierre-Hugues Herbert vão defrontar-se este domingo na grande final da prova francesa.

Medvedev foi o primeiro a apurar-se para a grande decisão e nem sequer precisou de jogar o encontro na sua totalidade. O russo enfrentou uma dura resistência do australiano Matthew Ebden (287.º), o semifinalista com pior ranking na história do torneio, mas beneficiou da lesão do adversário para seguir em frente. Ebden chegou a ter oportunidades para quebrar o serviço a Medvedev na partida inaugural, mas foi o russo a conseguir o break na reta final do parcial e a adiantar-se no marcador.

Na pausa entre sets, Ebden ausentou-se para receber um medical timeout e regressou com a sua mobilidade visivelmente reduzida. Medvedev aproveitou para abrir uma vantagem de 3-0 na segunda partida e o australiano não foi capaz de continuar daí em diante.

Na segunda meia-final do dia, o francês Pierre-Hugues Herbert deu continuidade à sua grande semana ao derrotar o compatriota Ugo Humbert (31.º) por 6-3 e 6-2. Herbert, que colocou um fim à esperança de Stefanos Tsitsipas em conseguir um terceiro título consecutivo em Marselha, voltou a apoiar-se na força do seu primeiro serviço para nem sequer enfrentar break points em todo o encontro. O tenista de 29 anos colocou 69% das primeiras bolas e venceu mais de 80% dos pontos quer com o primeiro, quer com o segundo serviço. Na resposta, Herbert descobriu um total de nove break points e só precisou de capitalizar em três ocasiões para vencer de forma tranquila.

A final deste domingo marca a quarta ocasião em que Medvedev e Herbert se encontram, a terceira em torneios ATP. Se olharmos apenas ao circuito principal, o confronto direto indica uma igualdade a uma vitória, mas se olharmos ao cômputo geral, Herbert lidera por 2-1. O tenista gaulês procura ainda o primeiro título ATP naquela que é a quarta final que disputa, a primeira desde a edição de 2019 do torneio de Montpellier. Medvedev, por outro lado, leva um registo de 9-7 em finais e procura o primeiro título do ano em Marselha, onde nunca conseguiu vencer nas duas participações anteriores.

Total
1
Shares
Total
1
Share