Pedro Araújo volta a ser travado nos quartos de final em Vale do Lobo

VALE DO LOBO — Duas semanas depois, Pedro Araújo (1154.º ATP) voltou a ser travado nos quartos de final de singulares de um torneio internacional de 25.000 dólares em Vale do Lobo, desta vez o Vale do Lobo Open II Magnesium-K Active.

À procura do melhor resultado da carreira, o lisboeta de 18 anos não conseguiu surpreender o alemão Sebastian Fanselow (435.º), que vive e treina em Lisboa, e perdeu por 6-2 e 7-6(4), ao fim de 1h45.

Depois de um arranque desequilibrado, Araújo reagiu bem a partir do 6-2, 4-1 e recuperou dos dois breaks de desvantagem, colocando-se por duas vezes a um jogo (no serviço do adversário) de igualar o encontro. Mas Fanselow, mais experiente, conseguiu agarrar-se com unhas e dentes e foi mais forte na reta final do tie-break, ao vencer três pontos consecutivos para assinar a vitória.

A derrota coloca um ponto final na série de três semanas consecutivas de Pedro Araújo a competir em torneios internacionais em Portugal. Da Vale do Lobo Tennis Academy, o atual campeão nacional de sub 18 leva mais três pontos que daqui a 10 dias o ajudarão a ganhar mais posições no ranking ATP.

Com este resultado, Francisco Cabral passa a ser o único representante português em prova no Vale do Lobo Open II Magnesium-K Active. O jogador portuense, que na reta final de 2020 se juntou à Escola de Ténis da Maia, defronta ainda esta sexta-feira o francês Tak Khunn Wang.

Total
3
Shares
Total
3
Share