João Sousa desabafa: “Está a faltar-me alegria e mais força anímica”

Derrotado na primeira ronda do ATP 250 de Buenos Aires, na Argentina, João Sousa não escondeu a desilusão com o momento de forma e resultados que atravessa.

Em declarações ao jornal O Jogo após a derrota por 6-2 e 6-0 para o indiano Sumit Nagal, o número um português e 100.º do ranking ATP falou sobre a fase que atravessa: “Animicamente sinto-me bastante em baixo e a verdade é que vem sendo assim nos últimos tempos, mas mantenho uma grande vontade de mudar a agulha.”

“Está a faltar-me alegria e mais força anímica”, acrescentou o jogador natural de Guimarães, que disse ainda estar “a treinar bem, mas a competir mal.”

Por sua vez, o treinador Frederico Marques assumiu a responsabilidade pelo facto de João Sousa “estar claramente longe do nível exigido no ATP Tour, seja por motivos físicos, técnicos ou mentais, mas a realidade é essa.”

Depois de cair à primeira no Challenger de Antália e nos ATP 250 de Córdoba e Buenos Aires, João Sousa terá, já na próxima semana, mais uma oportunidade de contrariar o momento menos positivo, no ATP 250 de Santiago, no Chile.

Total
5
Shares
Total
5
Share