Francisca Jorge eliminada na primeira ronda em Manacor

Depois de duas vitórias que lhe permitiram ultrapassar a fase de qualificação, a vimaranense Francisca Jorge não conseguiu dar seguimento ao bom momento na estreia no quadro principal do ITF de 25 mil dólares de Manacor, em Espanha. Esta quarta-feira, a número um nacional cedeu na primeira ronda da prova, que se disputa na academia de Rafael Nadal, perante a oitava cabeça de série, a austríaca Julia Grabher (238.ª WTA), com os parciais de 6-3 e 6-1.

A tenista austríaca, melhor cotada no ranking mundial, entrou melhor no encontro e quebrou o serviço à jovem portuguesa logo no primeiro jogo. Desde cedo atrás no marcador, a 459.ª colocada da hierarquia não virou a cara à luta e recuperou de 1-3 para 3-3. Porém, quando voltou ao serviço, a tenista lusa voltou a sofrer um break e não conseguiu reentrar novamente na discussão do parcial, acabando por ceder a primeira partida.

O arranque do segundo parcial parecia prometedor para Francisca Jorge, que teve um break point logo no primeiro jogo. A vimaranense não conseguiu capitalizar e teve de salvar break points no jogo seguinte para igualar o parcial. Depois disso, a tenista de 20 anos não conseguiu voltar ao marcador, ainda que tenham existido alguns jogos bem longos entre ambas, mas que caíram sempre para o lado de Grabher. A austríaca acabou por vencer nove dos últimos dez jogos e conquistou o apuramento para a segunda ronda.

Apesar do afastamento da vertente de singulares, Francisca Jorge regressa ainda hoje ao court para jogar os quartos de final de pares. Ao lado da espanhola Olga Parres Azcoitia, com quem já fez parelha em várias ocasiões, a tenista natural de Guimarães vai desafiar as italianas Federica Di Sarra e Camilla Rosatello, quartas cabeças de série, num encontro que define uma vaga nas meias-finais.

Total
2
Shares
Total
2
Share