Mesmas cidades, novos torneios: Frederico Silva e Gonçalo Oliveira já têm adversários

Beatriz Ruivo/FPT

Frederico Silva e Gonçalo Oliveira vão manter-se nas mesmas cidades nas quais realizaram os últimos torneios na passada semana. O número três nacional vai jogar novo torneio Challenger em Nur-Sultan, no Cazaquistão, ao passo que o portuense participa no quadro principal do segundo Challenger disputado em Gran Canária. Os sorteios, de resto, já são conhecidos e ambos os portugueses já têm adversários definidos.

Em Nur-Sultan, quis a sorte que Frederico Silva medisse forças com o cazaque Mikhail Kukushkin (94.º) na primeira ronda. O tenista das Caldas da Rainha nunca mediu forças com o experiente tenista de 33 anos, pelo que será uma estreia. Caso ultrapasse o terceiro cabeça de série, o pupilo de Pedro Felner defronta o vencedor do confronto entre Ramkumar Ramanathan (200.º) e Hugo Grenier (251.º). Nuns possíveis quartos de final, caso lá chegue, Frederico Silva pode voltar a medir forças com um cabeça de série, no caso o russo Evgeny Donskoy (123.º), sexto pré-designado. Sebastian Ofner (169.º), Dmitry Popko (180.º) e Timofey Skatov (454.º) são também possíveis adversários do caldense nuns hipotéticos quartos de final.

Em Gran Canária, onde o jovem Carlos Alcaraz é o principal cabeça de série, Gonçalo Oliveira também se vai estrear perante um pré-designado. O tenista natural do Porto viu a sorte colocar-lhe pela frente o belga Kimmer Coppejans (182.º), oitavo pré-designado, na primeira ronda. Caso consiga ultrapassar o tenista de 27 anos, que foi 97.º em 2015, Gonçalo Oliveira vai medir forças com o vencedor do embate entre o espanhol Nicola Kuhn (242.º) e o canadiano Steven Diez (190.º). Em caso de chegar aos quartos de final, Carlos Alcaraz poderá estar na rota de colisão do portuense, assim como Stefano Napolitano (283.º), Adrian Menendez-Maceiras (261.º) ou Marco Trungelliti (257.º).

Total
2
Shares
Total
2
Share