Evan Furness é o primeiro finalista do Vale do Lobo Open Magnesium-K Active

VALE DO LOBOEvan Furness ganhou fama no circuito ITF e este sábado carimbou mais uma vitória que lhe permite “engordar” essa popularidade, ao carimbar o apuramento para a final do Vale do Lobo Open Magnesium-K Active, que será a 13.ª da carreira para o jovem francês de 22 anos.

Número 376 mundial (é a melhor classificação da carreira), o jogador natural de Pontivy, na região de Bretanha, França, deu a volta ao compatriota Antoine Escoffier (397.º) para vencer por 4-6, 6-1 e 6-2 e confirmar o favoritismo com que partiu para o duelo deste sábado na Vale do Lobo Tennis Academy.

A final deste domingo, em Vale do Lobo, será a terceira do ano para Evan Furness, que depois de perder a primeira, em Manacor, foi um passo mais longe na semana seguinte e conquistou o título. A campanha na academia de Rafael Nadal foi quase uma réplica da que protagonizou no ano anterior, quando perdeu duas finais para o prodígio Carlos Alcaraz.

Depois, o francês voltou a destacar-se no mês de novembro, ao conquistar três títulos consecutivos (!) em Heraklion, na Grécia, onde venceu os 18 encontros que realizou.

No entanto, foi precisamente na região algarvia que tudo começou para Evan Furness, que conquistou o primeiro de sete títulos da carreira no circuito internacional no Faro Open, em março de 2018.

Agora, três anos depois, vai voltar a disputar uma final em Portugal — e desta vez pode ter um adversário “da casa” pela frente: a segunda meia-final do Vale do Lobo Open Magnesium-K Active vai ser discutida entre Gastão Elias, sétimo cabeça de série e 379 ATP, e o também francês Lucas Poullain (512.º ATP).

Total
5
Shares
Total
5
Share