Cada vez mais confiante, Elias quer prolongar série vitoriosa e conquistar mais um título

VALE DO LOBOGastão Elias está a começar o ano da melhor forma possível e depois de ter conquistado o título em Vilhena qualificou-se, na tarde deste sábado, para a final de singulares de mais um torneio internacional de 25.000 dólares, agora em Vale do Lobo. Com nove vitórias em nove encontros realizados, o português está a recuperar a confiança e parte para o encontro do título com a mentalidade que tem demonstrado nos últimos meses: só a vitória interessa.

O encontro deste sábado, ganho pelos parciais de 6-4, 1-6 e 6-3 ao francês Lucas Poullain, não foi brilhante, mas por isso mesmo deu ainda mais força ao ex-top 60 ATP, que esta semana alcançou o melhor ranking (379.º) desde dezembro de 2019: “Dá-me ainda mais confiança saber que mesmo não jogando o meu melhor ténis tenho conseguido ‘arrancar’ boas vitórias”, revelou ao Raquetc depois de selar a quarta vitória da semana.

Depois de, na véspera, ter revelado algum descontentamento pela quebra de concentração que marcou o arranque do segundo set, este sábado Elias focou-se na forma como reagiu à perda da segunda partida: “Comecei logo com um break de atraso porque ele jogou bem, e partiu muito cedo para a liderança porque eu não consegui dificultar-lhe os jogos de serviço. Chegou uma altura em que já sabia que seria difícil dar a volta e comecei a mentalizar-me para entrar em grande no terceiro set, com energia, concentrado e agressivo, e foi o que fiz.”

“Isso fez a diferença. Tive uma boa atitude, fui intenso, tentei ser agressivo e controlar os pontos. Ainda perdi o break de vantagem ao 4-2, mas não tenho nada de negativo a dizer sobre isso porque ele jogou bem e teve mérito. Depois consegui fechar o jogo com autoridade e fico feliz por ter voltado a apresentar um grande nível depois de um parcial que não me correu tão bem, isso foi o que aconteceu de positivo no encontro de hoje”, acrescentou o sétimo cabeça de série, que com o apuramento para a final já garantiu mais 12 pontos para o ranking.

A apenas um passo de conquistar o segundo título da temporada, Gastão Elias revelou o desejo de “jogar o melhor encontro da semana na final de amanhã”, um encontro que será jogado frente a outro tenista francês, Evan Furness.

“Hoje vi um pouco do encontro dele. É como praticamente todos os jogadores franceses: um jogador muito completo. Joga muito bem ténis e nos últimos tempos teve algumas boas vitórias, portanto mostra que tem nível para andar em patamares mais altos e isso quer dizer que pode ser um encontro complicado. Mas jogando bem tenho todas as condições para conquistar o título”, completou o tenista português, que em caso de vitória levará para casa o sétimo título da carreira em torneios ITF.

Total
2
Shares
Total
2
Share