Bublik e Popyrin na final de Singapura em busca do primeiro título

Um é estreante nestas andanças, o outro ainda há pouco tempo perdeu uma final. Mas ambos têm algo em comum: procuram o primeiro título no circuito ATP. E é com esse objetivo em mente que Alexander Bublik e Alexei Popyrin vão entrar em court este domingo, na grande final do ATP 250 de Singapura.

Este sábado, o jovem australiano foi o primeiro a garantir uma vaga na decisão da prova. Popyrin bateu Marin Cilic (44.º) em dois sets, ambos decididos no tiebreak. Na primeira partida, o número 114 mundial recuperou de um break de atraso e anulou dois set points antes de vencer o parcial. No segundo set, Popyrin teve cinco oportunidades para conseguir o break, mas não capitalizou e acabou a ter que vencer novo tiebreak para confirmar a vitória, assente nos parciais de 7-6(5) e 7-6(2).

A apadrinhar Popyrin na primeira final ATP da carreira vai estar então Alexander Bublik, que “acordou” a tempo de dar a volta ao moldavo Radu Albot (76.º). Depois de uma primeira partida onde demonstrou pouca atitude e até algum aparente desinteresse, o cazaque ligou os motores para o segundo e terceiro parciais. A servir muito bem, Bublik fez uso de dois breaks madrugadores em cada um dos sets para operar a reviravolta com os parciais de 2-6, 6-3 e 6-4.

O tenista de 23 anos, que ocupa o 46.º lugar na hierarquia mundial, leva agora nove vitórias em 12 partidas na presente época e vai disputar a quarta final da carreira, a segunda de 2021. No entanto, apesar da maior experiência em finais, Bublik também ainda não conseguiu vencer qualquer uma das decisões que disputou, pelo que o ATP 250 de Singapura vai servir de palco para um estreante no que a vencer torneios ATP diz respeito.

Total
1
Shares
Total
1
Share