Pedro Araújo termina melhor semana da carreira nos quartos de final

VALE DO LOBO — A disputar pela primeira vez os quartos de final de singulares de um torneio do circuito internacional, Pedro Araújo (1325.º do ranking ATP) despediu-se, esta sexta-feira, do Vale do Lobo Open Magnesium-K Active.

Depois de duas boas exibições que lhe valeram o melhor resultado da carreira, o lisboeta de 18 anos voltou a exibir-se a um bom nível, mas não conseguiu contrariar o favoritismo do francês Lucas Poullain (512.º) e perdeu por 6-4 e 7-6(2), num encontro que só se resolveu ao cabo de 2h19.

Atrasado duas horas por causa da chuva, o duelo foi sempre pautado pelo equilíbrio. Depois de sofrer o break de entrada, Araújo conseguiu reagir e fê-lo de forma categórica, ao vencer quatro jogos consecutivos para se encaminhar para a conquista do primeiro parcial. Mas o adversário francês não desarmou e ao sétimo jogo recuperou o break de desvantagem ao levar a melhor no jogo mais longo do encontro (teve sete vantagens), voltando à carga pouco depois para repetir a quebra de serviço e passar para a frente do marcador.

Na segunda partida foi o jovem tenista da Escola de Ténis Jaime Caldeira quem entrou melhor, mas uma vez mais Poullain conseguiu anular o break sofrido e a partir daí ambos os jogadores seguraram os respetivos jogos de serviço até ao tie-break. Pelo meio, Araújo teve três pontos de break ao 4-3 e mais dois ao 5-4, enquanto Poullain teve um no jogo anterior.

Com a derrota, Pedro Araújo despede-se da Vale do Lobo Tennis Academy com o melhor resultado da carreira em torneios do circuito internacional e parte para Faro, onde a partir de domingo se joga a 30.ª edição do Faro Open — este ano com um total de 25.000 dólares em prémios monetários.

O resultado deixa Gastão Elias como único português em prova nos singulares (joga ainda esta sexta-feira o encontro dos quartos de final), enquanto nos pares Gonçalo Falcão vai discutir o acesso à final.

Total
4
Shares
Total
4
Share