João António e Gonçalo Falcão travados na última ronda do qualifying em Vale do Lobo

VALE DO LOBO — Terminou esta terça-feira a representação portuguesa no qualifying do Vale do Lobo Open Magnesium-K Active, com João António e Gonçalo Falcão a serem derrotados na terceira e última ronda. Assim, o número de tenistas “da casa” no quadro principal mantém-se igual — serão seis, todos com estreia marcada para quarta-feira.

À procura do primeiro quadro principal em torneios do circuito internacional desde agosto de 2018, João António tinha pela frente uma tarefa muito difícil, que se confirmou dentro do campo: ex-top 70 ATP, o francês Kenny de Schepper (atual 659.º) venceu por claros 6-0 e 6-1 ao cabo de apenas 62 minutos.

O Vale do Lobo Open Magnesium-K Active é o primeiro torneio internacional que o português de 21 anos joga desde março do último ano, também em Vale do Lobo.

Logo depois, Gonçalo Falcão também lutou pelo apuramento para o quadro principal e foi igualmente travado por um jogador francês: Ugo Blanchet (880.º), que triunfou por 6-1 e 6-3 depois de 1h13.

Para além de Blanchet e de Schepper, qualificaram-se outros três jogadores franceses: Ronan Joncour (682.º), Vincent Stouff (1086.º) e Bradley Paliska (sem ranking), aos quais se juntaram o austríaco Maximilian Neuchrist (653.º), o espanhol Alejandro Moro Canas (1236.º) e o turco Kuzey Cekirge (1322.º).

Esta terça-feira ditou a conclusão do qualifying, que chega ao fim sem vencedores portugueses, e da parte da tarde serão realizados todos os encontros da primeira ronda de pares. Quanto ao quadro de singulares, tem início agendado para quarta-feira, dia que será sinónimo de estreias para os seis portugueses em prova: Nuno Borges (terceiro cabeça de série), Gastão Elias (sétimo), Tiago Cação, Luís Faria, Pedro Araújo, e Tiago Torres.

Total
2
Shares
Total
2
Share