Vitória de Tsitsipas garante a Djokovic um dos dois objetivos de carreira

Novak Djokovic não entrou em ação esta quarta-feira, mas também teve motivos para celebrar: com a vitória de Stefanos Tsitsipas sobre Rafael Nadal, o sérvio viu confirmada a permanência no topo do ranking ATP pelo menos até 14 de março.

Desta forma, o jogador natural de Belgrado tem garantida a ultrapassagem a Roger Federer como tenista da história com mais semanas passadas no primeiro lugar da hierarquia mundial masculina (o suíço conta 310), um dos dois objetivos de carreira que já admitiu por diversas vezes em público.

Assegurado um deles, Djokovic tem os outros postos no outro: o de mais títulos conquistados em torneios do Grand Slam. Atualmente com 17 (o último há um ano), “Nole” pode chegar aos 18 ainda esta semana, caso ultrapasse Aslan Karatsev nas meias-finais e, depois, o vencedor do duelo entre Daniil Medvedev e Tsitsipas.

Independentemente do que aconteça, continuará atrás dos seus arquirrivais, Nadal e Federer, cada um com 20 conquistas em torneios do Grand Slam.

Mais semanas como número 1 do mundo:

310 – Roger Federer
308 – Novak Djokovic
286 – Pete Sampras
270 – Ivan Lendl
268 – Jimmy Connors
209 – Rafael Nadal
170 – John McEnroe
109 – Bjorn Borg
101 – Andre Agassi
80 – Lleyton Hewitt

Total
2
Shares
Total
2
Share