Novamente testado, Djokovic volta a sobreviver e entra em território invicto

As dúvidas sobre a condição física de Novak Djokovic mantêm-se, mas tal como elas também a senda de vitórias continua a ganhar novos capítulos e, esta terça-feira, o número um mundial carimbou pela nona vez na carreira o acesso às meias-finais do Australian Open. Nas oito ocasiões anteriores saiu sempre de Melbourne com o troféu de campeão.

Depois de Frances Tiafoe, Taylor Fritz e Milos Raonic, também Alexander Zverev forçou o sérvio a trabalhos extra, mas ao cabo de 3h34 Novak Djokovic resistiu e, depois de recuperar da desvantagem de 4-1 no terceiro set e de salvar um set point no quarto, venceu por 6-7(6), 6-2, 6-4, 7-6(6).

Nas meias-finais, as nonas da carreira no Grand Slam onde é o recordista de títulos no circuito masculino, o primeiro cabeça de série terá como adversário a grande sensação (e revelação) do torneio: o russo Aslan Karatsev, número 114 mundial que derrotou Grigor Dimitrov e que tem um preparador físico português.

Total
1
Shares
Total
1
Share