Barty não dá azo a surpresas, mas Svitolina cai com estrondo

Se a jornada desta segunda-feira não trouxe grandes surpresas no quadro masculino, o mesmo não se aplica ao quadro feminino. Ashleigh Barty, a favorita da casa, não deu espaço para elas, mas Elina Svitolina não conseguiu mesmo evitar o afastamento do Australian Open.

A discutir o acesso aos quartos de final com a norte-americana Jessica Pegula (61.ª), que já tinha afastado a bielorrussa Victoria Azarenka, Svitolina não teve resposta para a enorme quantidade de winners que Pegula disparou. A tenista norte-americana massacrou o segundo serviço da quinta melhor cotada e assinou uns impressionantes 31 winners numa vitória assente nos parciais de 6-4, 3-6 e 6-3.

Para Pegula, que aos 26 anos está pela primeira vez nos quartos de final de um Grand Slam, segue-se a compatriota Jennifer Brady (24.ª). Também esta madrugada, Brady levou a melhor sobre a croata Donna Vekic (33.ª) em apenas dois sets, com os parciais de 6-1 e 7-5. Depois de um primeiro parcial dominador, Brady enfrentou outra resistência na segunda partida, mas acabou ainda assim por sair por cima. A norte-americana contou com a eficácia do primeiro serviço e viu Donna Vekic cometer muitos erros (37), o que lhe facilitou o caminho para o triunfo.

Numa partida muito equilibrada, Karolina Muchova (27.ª) assegurou um lugar nos quartos de final do Australian Open pela primeira vez na carreira. A jovem checa, que só tinha alcançado essa fase de um Grand Slam na edição de 2019 de Wimbledon, bateu a belga Elise Mertens (16.ª) por 7-6(5) e 7-5. As quebras de serviço foram escassas, mas a segunda bola de Mertens acabou por ser crucial. A belga venceu apenas 29% dos pontos jogados no segundo serviço e não teve um antídoto para os 25 winners que saíram da raquete de Muchova.

A fechar a jornada, Ashleigh Barty não deu hipótese alguma a Shelby Rogers (57.ª). Num encontro onde ambas estiveram afinadas no capítulo do serviço, Barty conseguiu ser substancialmente superior na resposta. A australiana fez mais winners (21 contra 14), cometeu menos erros (16 contra 25) e realizou uma performance muito completa, que valeu o triunfo por 6-3 e 6-4 e um encontro com Karolina Muchova nos quartos de final.

Total
1
Shares
Total
1
Share