Shapovalov sobrevive, Carreño Busta e Dimitrov avançam tranquilamente

Não foi uma corrida, mas uma maratona que Denis Shapovalov teve de enfrentar na estreia no Australian Open. O canadiano enfrentou uma dura oposição por parte de Jannik Sinner (36.º ATP), recém-coroado campeão do Great Ocean Road Open, e só prevaleceu em quase quatro horas de jogo e após cinco sets: 3-6, 6-3, 6-2, 4-6 e 6-4.

Sinner iniciou o encontro da melhor maneira. O transalpino quebrou o serviço de Shapovalov logo no segundo jogo e realizou um set muito consistente, que lhe permitiu segurar a vantagem de início a fim. Os winners foram poucos, mas os erros não-forçados também praticamente não existiram do lado de Sinner.

A resposta de Shapovalov surgiu nos sets seguintes. O número de erros de Sinner aumentou e o de winners do canadiano manteve-se constante. Ao longo do segundo e terceiro sets, Shapovalov disparou 26 winners, salvou os sete break points que enfrentou e converteu três em oito para reverter o resultado. No quarto set, Sinner voltou à receita que lhe valeu a conquista do primeiro parcial: poucos erros e alta percentagem de primeiros serviços. Assim, mesmo tendo sofrido um primeiro break, o italiano deu a volta ao resultado e forçou um quinto set.

No desempate, prevaleceu Shapovalov. Um break conquistado logo no primeiro jogo de serviço de Sinner, que se arrastou durante largos minutos nas vantagens, foi suficiente para o tenista canadiano assegurar o triunfo. Shapovalov arriscou sempre mais, e por isso também se expôs mais aos erros, mas também saiu premiado no número de winners e acabou por fazer valer o risco para conquistar uma vitória épica, ao fim de três horas e 55 minutos de jogo. O número 12 mundial segue para a segunda ronda, onde vai defrontar Bernard Tomic (229.º), que liderava por 3-6, 6-1 e 4-1 quando Yuichi Sugita (104.º) se retirou do encontro.

Bem mais tranquilos foram os triunfos de Pablo Carreño Busta (16.º) e Grigor Dimitrov (19.º). O tenista espanhol levou a melhor em sets diretos sobre o japonês Kei Nishikori (41.º), que ainda procura regressar ao seu melhor nível. O nipónico ofereceu grande resistência nos primeiros dois parciais, mas acabou por cair ao fim de duas horas e 26 minutos, com os parciais de 7-5, 7-6(4) e 6-2. À espera de Carreño Busta na segunda ronda está o checo Jiri Vesely (69.º), que venceu Kimmer Coppejans (178.º) por 6-4, 3-6, 6-7(3), 6-3 e 6-3.

Também sem ceder qualquer set esteve Grigor Dimitrov, que bateu o croata Marin Cilic (43.º) por 6-4, 6-2 e 7-6(5). Com uma exibição muito bem conseguida, o tenista búlgaro apontou 19 ases e 34 winners, bem como apenas 19 erros não-forçados (contra os 41 de Cilic). O primeiro serviço foi uma arma importante para Dimitrov controlar os pontos e ganhar alguma vantagem sobre o adversário, com o 18.º cabeça de série a vencer 83% dos pontos jogados com a primeira bola. Na segunda ronda, o tenista de 29 anos defronta o wild card Alex Bolt (174.º), que venceu Norbert Gombos (89.º) por 6-2, 6-2, 4-6 e 6-3.

Australian Open
Resultados de segunda-feira

Ronda 1:
[3] Dominic Thiem d. Mikhail Kukushkin, 7-6(2), 6-2 e 6-3
[1] Novak Djokovic d. Jeremy Chardy, 6-3, 6-1 e 6-2
[6] Alexander Zverev d. Marcos Giron, 6-7(8), 7-6(5), 6-3 e 6-2
[11] Denis Shapovalov d. Jannik Sinner, 3-6, 6-3, 6-2, 4-6 e 6-4
[17] Stan Wawrinka d. Pedro Sousa, 6-3, 6-2 e 6-4
Nick Kyrgios d. [Q] Frederico Silva, 6-4, 6-4 e 6-4
[14] Milos Raonic d. Federico Coria, 6-3, 6-3 e 6-2
[15] Pablo Carreño Busta d. Kei Nishikori, 7-5, 7-6(4) e 6-2
Corentin Moutet d. John Millman, 6-4, 6-7(4), 3-6, 6-2 e 6-3
[18] Grigor Dimitrov d. Marin Cilic, 6-4, 6-2 e 7-6(5)
[WC] Alex Bolt d. Norbert Gombos, 6-2, 6-2, 4-6 e 6-3
Frances Tiafoe d. Stefano Travaglia, 7-6(5), 6-2 e 6-2
Miomir Kecmanovic d. Kamil Majchrzak, 6-2, 6-4 e 6-3
[LL] Alexandre Muller d. Juan Ignacio Londero, 4-6, 6-3, 6-0 e 6-3
James Duckworth d. [LL] Damir Dzumhur, 6-3, 6-2 e 6-4
[8] Diego Schwartzman d. [Q] Elias Ymer, 7-6(3), 6-4, 2-6 e 6-2
Egor Gerasimov d. [25] Benoit Paire, 6-2, 2-6, 7-6(5) e 7-5
[Q] Bernard Tomic d. Yuichi Sugita, 3-6, 6-1, 4-1 ret.
[Q] Aslan Karatsev d. Gianluca Mager, 6-3, 6-3 e 6-4
Jiri Vesely d. [Q] Kimmer Coppejans, 6-4, 3-6, 6-7(3), 6-3 e 6-3
Reilly Opelka d. Yen-Hsun Lu, 6-3, 7-6(2) e 6-3
Alexander Bublik d. Aljaz Bedene, 6-4, 7-5, 5-7 e 6-4
Emil Ruusuvuori d. [10] Gael Monfils, 3-6, 6-4, 7-5, 3-6 e 6-3
[20] Felix Auger-Aliassime d. [LL] Cedrik-Marcel Stebe, 6-2, 6-4 e 6-2
Marton Fucsovics d. [WC] Marc Polmans, 4-6, 6-3, 6-1, 6-7(3) e 6-3
Dominik Koepfer d. [LL] Hugo Dellien, 7-5, 6-2 e 6-4
[27] Taylor Fritz d. Albert Ramos-Vinolas, 7-6(6), 3-6, 6-2 e 7-6(6)
[Q] Maxime Cressy d. [LL] Taro Daniel, 7-6(1), 7-6(3) e 6-4
[32] Adrian Mannarino d. Dennis Novak, 6-2, 6-4 e 7-6(2)
[23] Dusan Lajovic d. [Q] Sergiy Stakhovsky, 5-7, 6-4, 6-3, 5-7 e 6-4
Pedro Martínez d. Yoshihito Nishioka, 6-7(3), 6-1, 6-1 e 6-1
[29] Ugo Humbert d. Yasutaka Uchiyama, 6-3, 6-4, 6-7(3) e 6-3

Total
2
Shares
Total
2
Share